Menu Busca

Marketing e Comunicação

Assertividade e produtividade no PDV em discussão no POPAI Brasil 2015

Prêmio destacou iniciativas de sucesso em estratégias de ponto de venda. Além disso, POPAI Brasil promoveu palestras e debates importantes para o setor varejista. Quem conta um pouco pra gente é Zé Henrique Rodrigues, presidente da POPAI Brasil.

O POPAI Brasil premiou as melhore iniciativas em comunicação e experiências inovadoras em ponto de venda em 2015
O POPAI Brasil premiou as melhores iniciativas em comunicação e experiências inovadoras em ponto de venda em 2015

Na última sexta-feira, 6, aconteceu o Prêmio POPAI Brasil em São Paulo; um reconhecimento às marcas que primaram pela competência, produtividade e capacidade em ofertar experiências diferenciadas ao consumidor brasileiro. O POPAI – associação internacional, atuante no Brasil desde 1998 – é voltado à promoção do marketing de pontos de venda e à disseminação desta prática como fator essencial para o desenvolvimento de pequenos e grandes varejos. Participaram da premiação empresas de comunicação, acadêmicos, anunciantes, fornecedores e membros da indústria varejista.

Segundo o presidente do POPAI Brasil, Zé Henrique Rodrigues, o evento – que também contou com palestras e seminários – discutiu soluções em PDV e trouxe cases de sucesso: “Nós premiamos as melhores peças de visual merchandising e de comunicação dentro dos pontos de vendas que foram realizadas durante o ano. Simultaneamente, tivemos uma semana de palestras relativas às temáticas de consumo, varejo, experiência de compra e inteligência no ponto de venda”, destaca.

O presidente da POPAI Brasil, realizou a abertura do evento e passou uma mensagem otimista pra varejista engajados na melhoria de suas práticas em PDV (foto: Eduardo Tarran)
O presidente da POPAI Brasil, realizou a abertura do evento e passou uma mensagem otimista pra varejista engajados na melhoria de suas práticas em PDV (foto: Eduardo Tarran)

Para Rodrigues, além de conferir reconhecimento a iniciativas eficazes e inovadoras, a premiação busca promover troca de experiências e debates relevantes para a área: “A função da associação e dos eventos que realizamos é exatamente esta: proporcionar networking entre diversos profissionais, formando uma rede de discussão acerca das práticas atuais e futuras; daquilo que já é realidade e do que pode se tornar tendência”, explica.

O presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, Eduardo Terra, também ressalta a importância do POPAI Brasil no fomento da indústria varejista nacional: “O evento tem uma importância enorme. O varejo hoje vive um momento em que deve-se buscar eficiência no lugar de crescimento. O POPAI Brasil trouxe essa discussão e ofereceu soluções possíveis e necessárias. O grande desafio é aumentar a eficiência no atendimento, nos processos e nos custos de um varejo. O debate sobre o  PDV é essencial, pois é na loja que boa parte das decisões de compra são tomadas. Pra não perder venda o varejo deve ter em mente estratégias de PDV que ofertam mais qualidade e praticidade ao consumidor”, afirma Terra.

RPC Premio POPAI Eduardo Terra

 

 “O varejo hoje vive um momento em que deve-se buscar eficiência no lugar de crescimento. O grande desafio é aumentar a eficiência no atendimento, nos processos e nos custos de um varejo.
Eduardo Terra | Presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo

Como o PDV pode contribuir para alavancar o varejo

Esta edição, sob a temática Experiência de Compra VS Produtividade, dedicou-se ao debate, apresentação de cases de sucesso e de soluções para o varejo brasileiro. “Nossa problemática atual é como conciliar, em um ano de crise, crescimento e ofertas de maior qualidade. Existe uma grande necessidade, e este é um assunto que tem reverberado muito, de marcas desenvolverem a capacidade de gerar experiências fantásticas, engajadas com o consumidor, mas que, ao mesmo tempo, sejam rentáveis e produtivas e menos custosas”, afirma Rodrigues. Para ele, é possível oferecer uma experiência diferenciada dentro dos pontos de venda, que estimule o consumidor e proporcione maior lucratividade aos empreendimentos.

Um aspecto fundamental desta questão é a necessidade de alinhar tecnologia, conhecimento e informação ao pensamento estratégico do varejo: “Para ganhar produtividade e gerar experiência é preciso planejamento – baseado em métricas, saber técnico e pesquisas de mercado – à tecnologia e o comportamento humano”, reforça Rodrigues.

E é nisto que se baseiam as práticas de PDV: na busca por aprimoramento comercial, valendo-se de técnicas  para proporcionar um diferencial de consumo.“O varejo ainda está engatinhando, temos muito que crescer. A forma como um varejista vai dispor os produtos em sua loja, por exemplo, já é o básico para impulsionar uma venda. O mínimo necessário para uma performance mais assertiva é a melhoria na experiência de atendimento. O consumidor tem que entrar num lugar  que ofereça conforto, boa estética, serviços que facilitam sua rotina, como  um estacionamento ou um banheiro limpo e acessível. Quando a gente fala em experiência é preciso pensar num serviço de qualidade básico, descente. São coisas tão simples que podem ser aplicadas no PDV, mas que aumentam muito a experiência do consumidor. Isso já gera uma produtividade maior para o varejista. E a partir disto busca-se uma evolução dos elementos básicos. O varejista brasileiro ainda tem muito o que aprender neste aspecto”.

Um case de sucesso : Nespresso

RPC Premio POPAI Nespresso case

Na opinião do presidente do POPAI Brasil, um case muito bem sucedido e que serve de inspiração para ofertas  diferenciadas é o da Nespresso. “A Nestlé soube gerar uma experiência para um commodity, que é o café, e conseguiu transformá-la num novo produto, que tornou-se um negócio altamente lucrativo. Com a Nespresso, a marca criou novas necessidades para o consumidor. O conceito criado pela Nespresso estimulou e incentivou as pessoas a reentendenderem o que é o consumo do café, trazendo uma experiência em sua plenitude”, finaliza Zé Henrique Rodrigues.

E você, qual case de varejo acha que traz experiência para o consumidor e produtividade no PDV?

 

Artigos relacionados

0 respostas para “Assertividade e produtividade no PDV em discussão no POPAI Brasil 2015”

Deixe uma resposta