Menu Busca

Cases

50 anos da Coamo: cooperativa paranaense celebra jubileu de ouro

A Coamo Agroindustrial Cooperativa, que nasceu em Campo Mourão, hoje atua em 71 municípios de Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul

Administração central da Coamo construída em 1984. O espaço fez parte do plano de crescimento da cooperativa. Foto: Divulgação/ Coamo 50 Anos

Quando o agrônomo José Aroldo Gallassani chegou à Campo Mourão, em 1968, para um projeto de extensão rural da Acarpa (Associação de Crédito e Assistência Rural), encontrou terras profundas e potencialmente férteis, mas muito fracas e ácidas. Não havia soja nem trigo e predominavam as lavouras de manutenção familiar não mecanizadas. Em toda a região, somavam-se apenas cinco tratores. “Tivemos que fazer um trabalho de base”, relembra Aroldo. 

Diante deste contexto, a proposta de construção de uma cooperativa na cidade empolgou os agricultores da região.

 

“Me reuni com as lideranças para formar um grupo de trabalho para falar em cooperativa. E esse grupo pegou fogo. No fim do treinamento, o prefeito, que foi encerrar a reunião, disse que se a gente fundasse uma cooperativa, ele nos doaria um terreno. Aí a coisa pegou ainda mais fogo — e tudo foi dando certo”.

 

Assim, em 28 de novembro de 1970, 79 agricultores se uniram para fundar a Coamo, que ao longo do tempo se tornou um dos mais bem sucedidos cases de cooperativismo agrícola da América Latina.

Cinquenta anos depois, a cooperativa já soma mais de 29 mil cooperados, 8 mil funcionários e atua em 71 municípios de Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul, em diversos segmentos, como milho, feijão, soja, trigo e café. “O que era expectativa, se transformou em cooperativa”, diz o vídeo-manifesto criado pela Coamo em comemoração ao seu jubileu de ouro. Neste ano, por conta da pandemia, as celebrações físicas foram restritas. Mas para marcar a data, os familiares dos pioneiros foram homenageados com troféus alusivos aos 50 anos da cooperativa. 

 

 

Uma história de sucesso

Aroldo, idealizador do projeto, é também o Presidente do Conselho de Administração da cooperativa há 45 anos. “Quando o pessoal confia, é assim”, resume o engenheiro agrônomo. E foi com base na confiança que a Coamo cresceu a ponto de tornar-se a 23ª maior empresa exportadora do país e 1ª empresa do Paraná, além de ser a maior empresa embarcadora de produtos no porto de Paranaguá. 

 

Quanto ao futuro, a equipe RPC perguntou a Aroldo sobre os desafios para os próximos anos. A resposta? “Desafios nós não temos: temos planos”. Já foram aprovadas em assembléia a construção de uma grande fábrica de ração e de uma indústria de etanol de milho, planos que serão continuados em 2021. 

Para todo mundo ver

Para o sucesso da cooperativa, a comunicação é, desde o princípio, um pilar essencial. Afinal, com tantas pessoas impactadas pela Coamo, a voz institucional precisava ser ouvida por todos os colaboradores. Os canais de comunicação interna tiveram alguns marcos. Em 1974, foi criado o “Informativo Coamo”, publicação impressa que visava se comunicar com os mais de 1200 associados da época. No ano seguinte, tornou-se o “Jornal Coamo”. Em 1977, a Coamo passou a produzir e apresentar um programa de rádio, presente até os dias de hoje em emissoras de 29 cidades dos três estados em que atua.

Para a comunicação interna, jornal e programa de rádio, além das reuniões, foram essenciais para manter toda a comunidade cooperada informada. Foto: Divuglação/Coamo 50 Anos.

Já a comunicação externa, realizada principalmente por meio da televisão, rádio e jornais, foi fundamental para consolidar a imagem da organização. “Temos anúncios permanentemente através da televisão, rádio, jornais. Temos uma revista própria e, agora, o lançamento do livro em comemoração aos 50 anos da Coamo”, comenta Aroldo. Para celebrar os 50 anos, o site da cooperativa conta um página especial. Lá é possível conferir toda a história da cooperativa em conteúdo multimídia. Clique aqui para acessar.

Quer saber todas as novidades do blog em primeira mão? Participe do nosso grupo do WhatsApp 😉

Artigos relacionados

0 respostas para “50 anos da Coamo: cooperativa paranaense celebra jubileu de ouro”

Deixe uma resposta