Menu Busca

Cases

Condor registra aumento de vendas com novo Entreposto de Carnes e Frios

Espaço inaugurado este ano atende todas as lojas da rede no Paraná, com foco em qualidade do produto e segurança alimentar

Com mais de 47 anos no setor supermercadista, a Rede Condor vinha percebendo nos últimos anos uma demanda de seus clientes por mais qualidade na entrega do setor de carnes e frios. Após uma longa pesquisa com os consumidores e busca de referências fora do país, a rede optou por abrir, em 2021, um Entreposto de Carnes e Frios, anexo a sua Central de  Distribuição no bairro Uberaba, em Curitiba.

Dedicado exclusivamente para manipulação e embalagem das carnes, o local atende hoje 50 lojas da rede no Paraná. Em breve, após as regulamentações necessárias, o Entreposto também atenderá as cinco lojas do Condor em Santa Catarina. 

A tecnologia adotada e a estruturação do Entreposto – espécie de um grande açougue onde atuam hoje 180 colaboradores dedicados somente à manipulação e embalagem de carnes e frios  – foi adotada após uma ampla pesquisa realizada fora do Brasil pelo CEO e fundador da Rede Condor, Pedro Joanir Zonta.

“Foi se buscar outros modelos em redes do varejo no Brasil e no exterior. Na Europa, o CEO Joanir encontrou equipamentos na Alemanha que permitem uma padronização excelente”, conta o diretor de marketing do Condor, Leonardo Franklin. 

O equipamento permite, por exemplo, cortar  bifes na mesma espessura, tornando os cortes padrão entre todas as lojas. O mesmo acontece com a fiambreria. Todos os produtos como queijo, presunto, peito de peru, entre outros, que são vendidos fatiados nas lojas, saem manuseados e embalados do Entreposto, seguindo todas as regras de higiene e segurança alimentar. 

Outro cuidado adotado pelo Condor foi com a embalagem: a tecnologia adotada permite uma vedação que impede a passagem de ar. Dessa forma, mantém as características da carne por mais tempo, permitindo que o produto chegue fresco ao consumidor. 

Novas Linhas 

Com o Entreposto, o Condor também colocou à disposição dos clientes novas linhas de carnes, como a Linha Prática e a Grill. A primeira é voltada para a cozinha do dia a dia, com carne moída ou já cortada em pedaços ideais para preparos como estrogonofe e picadinho.

Padronização é um dos principais ganhos citados pela rede. Foto: Divulgação/Rede Condor.

Já a Grill foi pensada especificamente para o churrasco do fim de semana, com cortes ideais para serem assados na brasa, como o bife ancho. 

Franklin conta que, em pesquisas realizadas mensalmente na rede com os clientes, houve uma melhora na avaliação na área de carnes e frios vendidos pelo Condor.

Além disso, o Entreposto ajudou a frear uma situação cada vez mais comum com a inflação (em 12 meses, a alta da carne bovina já acumula 30%, segundo dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE): a redução no consumo.

“Nossa sensação é que a alta afasta um pouco o consumidor, mas a chegada do Entreposto ajudou a combater. A pessoa acaba deixando de comprar em outros lugares para comprar com a gente”, frisa o diretor de marketing, que conta que o setor vem registrando, inclusive, altas nas vendas mês a mês. 

Quer contar a história do seu negócio por aqui? Fale com a Negócios RPC. 

Artigos relacionados

0 respostas para “Condor registra aumento de vendas com novo Entreposto de Carnes e Frios”

Deixe uma resposta