Menu Busca

Comportamento

Meio ambiente, ecologia, bicicleta: sustentabilidade também contempla empresas e negócios

Dados indicam: os consumidores estão interessados no comportamento mais sustentável das empresas.

Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06); Dia da Ecologia (05/06) e Dia da Bicicleta (03/06) relembram a importância de cuidados com o planeta. Foto: Shutterstock

Na primeira semana de junho, algumas datas chamam a atenção para um tema que precisa estar no centro de nossas preocupações: os cuidados com o planeta. O dia 5 de junho é dia de pensarmos no meio ambiente e na ecologia. Já o dia 3 de junho é a data que lembramos do meio de transporte que possibilita uma forma de mobilidade mais ecológica, a bicicleta.

A preocupação com os cuidados com o planeta também faz parte do mundo dos negócios, podendo ser um grande diferencial para a imagem da empresa. A estratégia que foca nos benefícios (e na ausência de malefícios) dos produtos para o planeta, no modo de produção sustentável e na postura da empresa em relação aos cuidados com o meio ambiente é chamada de marketing verde, marketing ambiental ou ainda ecomarketing.

Esse posicionamento engloba diversos tipos de ações que podem ser realizadas por empresas de todos os tamanhos. Inclui desde grandes projetos de sustentabilidade ou de preservação de áreas ou espécies específicas até mudanças de comportamentos que podem ser estimuladas mesmo em empresas pequenas. Alguns exemplos são a separação de lixo, o uso de copos reutilizáveis ou a instalação de bicicletários no local de trabalho.

Estimular os colaboradores a usarem produtos reutilizáveis é uma das atitudes simples que podem ser feitas pelas empresas. Fotos: Shutterstock

Na Itaipu Binacional, por exemplo, o respeito à natureza é prioridade. “É dela que a empresa retira a energia limpa e renovável que melhora ano a ano a vida de brasileiros e paraguaios”, explica a superintendente de Comunicação Social da Itaipu, Patricia Iunovich.

Patricia reforça que o respeito à natureza está no DNA de Itaipu, desde a operação pega-bicho para formar o reservatório até a reprodução de espécies em extinção.

“A preocupação ambiental perpassa todas as ações da usina porque nosso produto é energia elétrica e nossa matéria-prima é a água, que exige cuidados para que nunca falte. Todos os escalões da usina, quando pensam numa ação, num projeto, numa obra ou num serviço do dia a dia, levam em conta a questão de como isso irá influir na natureza.”

Princípios do marketing verde:
  • Ser ecologicamente correto;
  • Ser economicamente viável;
  • Ser socialmente justo;
  • Ser culturalmente aceito.

Reciclagem requer colaboração de todos

Dados bicicletas
Brasil recicla apenas 3% do seu lixo. Foto: Unsplash

A reciclagem é um dos temas que precisa da colaboração de todos e traz impactos significativos na conservação do meio ambiente. Ainda que a legislação que prevê regras para descarte de resíduos complete 10 anos em 2020, o Brasil engatinha para colocá-las em prática. O país recicla apenas 3% de suas 79 milhões de toneladas de lixo produzidas por ano. Além disso, é hoje o quarto maior produtor de lixo plástico, segundo um estudo da World Wildlife Fund (WWF).

No Brasil, são 11,3 toneladas de lixo plástico por ano. Dessas, somente 1,28% são recicladas. A média mundial é de de 9%.

A coleta seletiva é realidade apenas para parte da população, sendo que a maioria dos municípios que aderem a essa prática se concentram no Sul e no Sudeste. E não apenas isso: uma pesquisa do Ibope de 2018 mostra que 66% da população sabe pouco ou nada sobre coleta seletiva. Outro dado mostra que 39% dos brasileiros não separam o lixo.

Outro levantamento, este de 2019 feito pelo instituto Ipsos, revelou que 54% dos brasileiros não entendem como funciona a reciclagem em sua região. No restante do mundo, esse índice é de 47%.

Dia da bicicleta levanta debate sobre mobilidade

A bicicleta como meio de transporte vem ganhando cada vez mais adeptos nos últimos anos, estimulados pelo aumento da extensão das ciclovias nas grandes cidades. Ao optar pela bicicleta para se locomover, a emissão de componentes dos combustíveis é reduzida, contribuindo para uma cadeia mais sustentável.

“Ela diminui a emissão de gás carbônico, melhora o trânsito e ainda é uma oportunidade de aliar a mobilidade urbana à atividade fisica. Nada melhor do que, ao mesmo tempo, cuidar do meio ambiente e da saúde.”

Alessandro D’Andrea, sócio-gerente da Bravo Bikes.

Alessandro reforça que as empresas têm, na sua grande maioria, programas de qualidade de vida e poderiam incluir esse incentivo à bicicleta. “Dessa forma, é possível reduzir o custo de transporte, cuidar do meio ambiente e ainda da saúde dos funcionários.”

No Brasil, as pessoas que usam bicicleta têm como principal destino o trabalho. Em Curitiba, cerca de 78,6% dos ciclistas usam a bicicleta com esse fim. Mas, na comparação com outras formas de transporte, a escolha de um meio ativo (bicicleta ou caminhar) como meio preferido para o trajeto para a empresa ainda é baixa. Apenas 13% dos brasileiros escolhem o meio como seu preferido para o transporte ao trabalho.

Dados bicicletas
Fonte: Portal Conexão Ambiental

8 benefícios da bicicleta para o meio ambiente e a nossa saúde:

  1. diadabicletarpc
    “En una bici que me lleva a todos lados”. Foto: Shutter

    Emissão zero de CO2:

  2. Tira você do trânsito e poupa o tempo;
  3. Diminui custos de transporte;
  4. Reforça valores sociais, como companheirismo, respeito, tolerância e o sentimento de pertencimento ao lugar;
  5. Auxilia na perda de peso;
  6. Previne doenças;
  7. Reduz a ansiedade e o estresse;
  8. Promove a sensação de liberdade.

Curitibanos e sustentabilidade

diameioambientebikeconsumo_RPC
Sustentabilidade: é sobre atender as nossas necessidades sem comprometer as gerações futuras.

E como os curitibanos percebem a  importância dos hábitos de cuidados com o planeta? Confira alguns dados:

  • As mulheres são mais dispostas a pagar mais por um produto sustentável
  • 52% dos homens afirmaram que a baixa emissão de poluentes nos veículos é importante
  • 80,3% das mulheres citaram que a sustentabilidade de um produto é importante na decisão de compra de itens de beleza e higiene pessoal

Fonte: TGI | Kantar IBOPE Media – 2020 I (2019 2s) – Target Group Index – Curitiba

Como as empresas podem ajudar?

As datas ajudam a gente a pensar, debatermos sobre o tema e fazermos escolhas mais conscientes. Agora, mais importante do que as datas são as atitudes e o posicionamento das pessoas e das empresas em qualquer época do ano. Dessa forma, que tal colaborar para a  mudança de comportamento de seus colaboradores, incentivar os seus clientes e parceiros? Seja no uso mais consciente dos recursos, seja com campanhas ou ações direcionadas, vamos juntos  pensar mais coletivo e no futuro do consumo!

diameioambientebikeconsumo_RPC
Vamos pensar mais no coletivo e no futuro do consumo

Gostou desse conteúdo? Compartilhe conosco como sua empresa se posiciona em relação ao tema sustentabilidade!

Leia mais:

De olho no Mercado: 3 mudanças de comportamento de consumo aceleradas pelo Covid-19

G1: Aumenta adeptos de bicicletas como transporte alternativo

Artigos relacionados

1 respostas para “Meio ambiente, ecologia, bicicleta: sustentabilidade também contempla empresas e negócios”

  1. Assunto: Problema da mobilidade dos munícipio do Brasil.

    As principais causas dos problemas das mobilidades urbana ,se relaciona ao aumento do uso de transportes coletivos em detrimento(dano moral ou material)da utilização de transportes individual.
    Em municípios pequenos ,proliferam transportes clandestinos sem planejamentos e fiscalização ,com serviços de moto táxi ,vans e caminhões adaptados que acabam suprindo a necessidade da população para se locomover.
    O aumento do uso de veículos ,como carros e motos fez ter pelo menos ,quatros fatores: Má qualidade de transportes públicos ,o aumento da renda média nos últimos anos ,redução de impostos e a concessão de mais créditos ao consumidor.
    Para resolver o problema da mobilidade urbana é preciso: Ampliar a ciclovias ,melhorar as calçadas ,colocando rampas para os cadeirantes possam subir as calçadas com facilidade e optar em combustíveis menos poluentes ,pois ira ajudar a mobilidade e também o meio ambiente ( um dos exemplos utilizar a bicicleta).

Deixe uma resposta