Menu Busca

Economia e Setores

Digital Agro Connection aproxima startups do agronegócio

Conheça o Digital Agro Connection, programa de inovação que incentiva startups a melhorar a produção de alimentos e processos de cooperativas da Frísia. Inscrições estão abertas até o dia 22 de junho!

50Ter a oportunidade de aproximar uma startup do agronegócio não acontece todo dia. Para fomentar avanços tecnológicos no setor cooperativas agroindustriais apostam cada vez mais em programas de inovação. O Digital Agro Connection, promovido pela Frísia Cooperativa Agroindustrial, é um deles e está com as inscrições abertas até o dia 22 de junho.

Em um mercado que representa mais de 21% do PIB brasileiro e continua crescendo mesmo com a pandemia, pode ser a chance de qualquer startup que sonha em se tornar agtech. Saiba mais sobre esse programa de inovação ao longo deste post.

Programa de inovação da Frísia conecta startups aos desafios do agronegócio.
Digital Agro Connection: programa de inovação da Frísia conecta startups aos desafios do agronegócio.

Digital Agro Connection busca empreendedores para solucionar desafios do agronegócio

Promovido por uma das maiores cooperativas agroindustriais do Brasil, o Digital Agro Connection aproxima startups do agronegócio. Uma chance de tracionar, escalar e conectar empresas interessadas em revolucionar sua cadeia produtiva.

Em um momento desafiador como o atual cenário de pandemia, o programa de inovação se faz ainda mais necessário.

“A pandemia tem impactado significativamente o mercado e as formas como nos relacionamos e transacionamos. Isso só reforça a necessidade de uma transformação digital e de nos adaptarmos usando a tecnologia a nosso favor.”

Em 2020, o programa de inovação está em busca de startups que possam criar soluções para agropecuária sustentável e agroindústria 4.0. Duas fortes tendências da inovação no agronegócio.

As startups selecionadas terão acesso a benefícios como:

  • Ter a oportunidade de fornecer soluções e se conectar com a Frísia;
  • Participar do evento Digital Agro 2021, que acontece em Curitiba (PR) nos dias ;
  • Ter acesso a 10 horas de aprimoramento durante o programa com mentores especialistas do mercado;
  • Participar da pré-seleção para o Desafio Paraná de Startups do Sistema FIEP, edição 2020;
  • Realizar Provas de Conceito na Frísia parcialmente ou integralmente custeadas pela Cooperativa e suas parceiras;
  • Ter potencial de parceria com a Frísia e Unium;
  • E ainda um possível acesso ao fundo de Expansão e Investimento da Frísia.

Para conferir todos os detalhes sobre o Digital Agro Connection e como a Frísia trabalha a inovação entrevistamos Fábio Solano, analista de estratégia e inovação da cooperativa. Leia na íntegra.

O que move a realização de um programa como o Digital Agro Connection?

Na Frísia Cooperativa Agroindustrial sempre existiu o interesse de melhorar continuamente a produção e a qualidade de nossos produtos e serviços. Dessa forma, estamos trabalhando para criar soluções mais produtivas para nossos associados, clientes e times internos.

Uma cooperativa como a Frísia, que tem como propósito um crescimento sustentável, deve se atentar às novidades tecnológicas presentes no mercado. Para fins de estreitar o relacionamento com empresas inovadoras, criamos o Digital Agro Connection, que visa abrir as portas para startups que sonham em melhorar a produção e qualidade dos alimentos e os processos dentro da cadeia do agronegócio.

Diante do cenário econômico nacional, qual a relevância do evento?

É muito importante que as cooperativas e demais organizações se conectem constantemente com empresas tecnológicas e fundações de pesquisa para aumentar sua competitividade e se preparar para as mudanças.

A Digital Agro tem esse intuito, aproximar da cooperativa e de seus produtores essas novidades do agronegócio. A melhor maneira de garantir que essas mudanças aconteçam é com sinergia inovadora entre aqueles que estão desenvolvendo as tecnologias e as pessoas que irão aplicá-las.

Atualmente, estamos passando por uma complexa situação de mercado – devido a uma pandemia generalizada. Ela tem impactado significativamente o mercado e as formas como nos relacionamos e transacionamos. Isso só reforça a necessidade de uma transformação digital e de nos adaptarmos usando a tecnologia a nosso favor.

Participar do evento Digital Agro 2021 é um dos benefícios oferecidos para as startups selecionadas pelo programa de inovação da Frísia.
Participar do evento Digital Agro 2021 é um dos benefícios oferecidos para as startups selecionadas pelo programa de inovação da Frísia.

Como a Frísia incentiva a inovação no agronegócio, além da realização do programa Digital Agro Connection?

Trabalhamos em várias frentes, com diferentes objetivos. Fomentamos a inovação através produção de conteúdo para colaboradores e cooperados ficarem atualizados sobre o que há de novo em relação a novas tecnologias no agronegócio.

Além dessa iniciativa, contamos com plataformas ativas que captam e organizam ideias de melhorias incrementais e disruptivas dentro da cooperativa e nas propriedades, visando mapear o que podemos melhorar e como podemos agir para que os resultados evoluam ao longo do tempo. Capacitações e palestras – sejam presenciais ou online – estão sendo constantemente programadas.

Assim, a cultura de inovação será implantada nas fazendas, na cooperativa e nas nossas indústrias. Para isso, é necessário que toda a cadeia de produção, juntamente com a comunidade em que estamos situados, estejam conectadas.

Como a Frísia vê as startups hoje? A cooperativa já conta com a parceria dessas empresas?

A cooperativa tem aberto as portas para que as startups se relacionem com nossas equipes internas e com os produtores.  Além disso, possui startups próprias em fase de desenvolvimento.

A Frísia acredita no potencial dessas empresas e busca, por meio delas, a oportunidade de entregar uma produção mais eficiente e sustentável.

Levando em consideração que a filosofia da Frísia é “Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos”, acreditamos que essa conexão poderá gerar uma melhoria extremamente significativa nos resultados, seja para as startups, para os produtores agropecuários e para a comunidade em que estamos inseridos.

Quais os principais desafios das cooperativas para revolucionar o plantio, colheita e distribuição dos alimentos diante do cenário econômico atual?

Os desafios são diversos e incontáveis. Alguns exemplos são: aumentar a conectividade no campo, melhorar processos internos através de ferramentas digitais, desenvolver formas remotas de relacionamento com cooperados e comercialização de insumos agrícolas, melhorar a rastreabilidade e controle dos produtos e reduzir o uso de insumos agrícolas através de aplicações mais precisas.

E os benefícios que a agroindústria 4.0 e a agropecuária sustentável podem trazer para o agronegócio?

Este ano decidimos estrategicamente trabalhar em duas áreas: nas indústrias e nas fazendas.

Nas fazendas podemos melhorar a qualidade em matéria de produção. Nas indústrias podemos melhorar a qualidade em matéria de beneficiamento.

Dessa forma, trabalhamos no início, meio e fim de toda a cadeia. Trabalhar isoladamente nessas fases de produção de alimentos pode gerar um resultado pequeno, mas trabalhar no todo pode gerar resultados surpreendentes.

Como acontece o processo de validação de soluções inovadoras dentro da Frísia? Isto é, qual o caminho que uma ideia percorre até se tornar uma solução a ser incorporada pela cadeia produtiva?

As startups interessadas em ajudar a cooperativa em desenvolver essa transformação devem primeiramente se inscrever em nosso programa até o dia 22 de junho. 

Após a inscrição, a startup será avaliada pelo Comitê de Inovação da Frísia. Ele utilizará critérios técnicos de pontuações, como alinhamento aos temas propostos, resultados financeiros e qualitativos, riscos, escalabilidade do projeto entre outros.

Se as startups forem selecionadas, participarão de workshops e mentorias técnicas, dos quais serão capacitadas para a integração de suas equipes às unidades da cooperativa.

Cooperativas buscam o apoio de startups para solucionar os desafios do agronegócio.
Cooperativas buscam o apoio de startups para solucionar os desafios do agronegócio.

Após esse período de mentorias, as startups passarão uma fase de imersão, das quais ficarão em contato direto com os processos e com as equipes envolvidas nos seus projetos. Então, poderão elaborar e executar seus projetos em período específico, recebendo mentorias e o custeio necessário.

Por fim, apresentarão seus resultados para a cooperativa e seus parceiros, podendo ter seus trabalhos divulgados em toda a mídia.

A cooperativa já trabalha com alguma das novas tecnologias da agroindústria 4.0 em sua cadeia produtiva?

Algumas indústrias da Frísia já trabalham com sensoriamento de dados, conectividade de máquinas e modelagem de banco de dados em sistemas integrados que geram informações para os gestores tomarem decisões mais assertivas, mas a cooperativa busca implantar ainda mais conectividade entre as indústrias e o campo.  

Quais os próximos objetivos da Frísia no que diz respeito à implementação de inovações na cooperativa?

O principal objetivo e desafio da Frísia é criar uma cultura de inovação que permeie  colaboradores, propriedades e agroindústrias.

A partir do momento que estiver bem consolidada, a implantação e utilização de novas ferramentas tecnológicas será feita de forma mais natural. Trazendo benefícios e valor inovador para todos. Essa sinergia criativa alimentará e nos antecipará às possíveis mudanças no agronegócio.

Saiba mais sobre o Digital Agro Connection:

As inscrições para o programa de inovação da Frísia Cooperativa Agroindustrial estão abertas até o dia 22 de junho e devem ser realizadas pelo site: https://digitalagro.com.br/connection.

Leia mais:

> Cooperativas e consumidores: um caso de amor no Paraná

> Fundação ABC inspira produtores rurais com inovação e tecnologia

Artigos relacionados

0 respostas para “Digital Agro Connection aproxima startups do agronegócio”

Deixe uma resposta