Menu Busca

Economia e Setores

2020 será o ano da realidade aumentada e realidade virtual

Aposta é de Fernando Macedo, diretor da SPIRIT Animation; Macedo participou do Mipcom 2019 na França

2020: o ano da realidade aumentada e realidade virtual. Essa é a aposta de Fernando Macedo, fundador e diretor de criação da SPIRIT Animation. Ele foi responsável por levar o Paraná para o Mipcom, que reúne os principais distribuidores, produtores e autores do mundo em Cannes, França. No evento acontece a compra e venda de produtos como séries, longas, formatos especiais e marcas. E é de lá que ele traz essa previsão para o próximo ano, pois é possível conferir o que está em alta, e no que as grandes produtoras de conteúdo estão investindo.

Para começo de conversa, Fernando destaca a força do audiovisual e como o ser humano é ligado a esse formato.

“O ser humano precisa de um refúgio dos problemas e situações do cotidiano. O audiovisual distrai, diverte, ensina, emociona. Hoje em dia você consegue assistir o que você quiser, em quase qualquer tela (cinema, TV, aplicativos, celular, etc) e em qualquer momento. Tudo isso com grande praticidade de acesso, seja para você ou para os filhos e familiares”, afirma.

Realidade aumentada e realidade virtual vem aí

O storytelling e o branded content ainda são excelentes ferramentas para alcançar efetivamente o público e devem continuar em alta em 2020. Fernando ressalta duas tendências que vê como promissoras: a realidade aumentada (AR) e a realidade virtual (VR). “Elas tem a incrível capacidade de imersão, de colocar o consumidor dentro das histórias, por meio de óculos com visão 360 graus. Já estamos fazendo isso para clientes na SPIRIT Animation e para séries, com narrativas imersivas”, afirma.

Para ele, é fundamental que as agências entendam como funcionam essas tecnologias, bem como sua complexidade e custos. “É muito importante (e desafiador) criar narrativas que se encaixem no budget do cliente e no prazo de produção existente”, acredita Fernando, que destaca alguns trabalhos:

The Crow é um lindo e premiado case de realidade virtual.

Em realidade aumentada destaco as produções que a SPIRIT participou para cliente:

Realidade virtual e realidade aumentada na prática

Na rotina do dia a dia, Fernando conta que implementou uma tecnologia nova chamada motion capture, ou seja, captura de movimentos. Com uma roupagem especial, o ator consegue transmitir seus movimentos diretamente para o computador. “Isso agiliza muito certas produções, frente a prazos curtíssimos. E, claro, todos os workshops e dicas de palestras que participei, compartilho com o time. Eventos são investimentos caros, porém, trazem grandes resultados à estratégia e jornada da SPIRIT Animation”, completa.

Esse ano, Macedo palestrou no Festival de Gramado. Veja como foi:

 

A Spirit é uma empresa curitibana que produz para marcas como Disney Usa (Duck Tales), Ericsson Dubai, Nike China, Tim Italy, entre outros. E, também, atua na área de entretenimento e criou a série animada CARLOS™ de 150 episódios, foi selecionada para o programa “Scale Up Endeavor”, criado para empresas de empreendedorismo de alto impacto.

Leia também:

 

5 pilares para um bom BRANDED CONTENT

Educação e marca trabalhadas de um jeito diferente

 

 

Artigos relacionados

0 respostas para “2020 será o ano da realidade aumentada e realidade virtual”

Deixe uma resposta