Menu Busca

Economia e Setores

O que esperar de 2021? Diretor-geral da RPC, Eduardo Boschetti, revela o que vem por aí!

Mudar a vida dos paranaenses para melhor e gerar as melhores oportunidades para anunciantes continuam sendo prioridades.


O que esperar de 2021
? A cada novo ano aquele friozinho na barriga pelo que está por vir parece parte de nós. Só que, hoje, ganha uma proporção ainda maior. Afinal, na montanha-russa de 2020 todos tivemos que abraçar mudanças, cuidar uns dos outros e nos preparar para o novo.

Na RPC e na Globo também foi assim. Um tempo onde pudemos nos aproximar e fortalecer ainda mais a nossa relação com quem mais importa: a nossa gente. Estivemos juntos e assim seguiremos neste novo ano.

https://s3.amazonaws.com/deolhonomercado-prd/deolhonomercado/wp-content/uploads/2021/01/Soler_Claudia_Sandra_foto-materia.png

Alguns dos âncoras de telejornais da RPC. Foto: Divulgação RPC.

Mas, e daqui para frente? Como vai ser?
Antes de tudo, as nossas expectativas são de força e otimismo para lidar com os desafios de um mundo pós-pandemia. Já em termos de programação e oportunidades para anunciantes, as inovações são várias. No entanto, o desejo é um só: continuarmos próximos e conectados de modo multiplataforma.  Fique por dentro do que vem por aí na Globo e RPC em 2021 ao longo deste post!

 

Globo 2021: novidades em produtos e oportunidades para anunciantes

O que esperar de 2021 na Globo? Essa é uma dúvida comum ao público que acompanha diariamente a segunda maior emissora do mundo. Por outro lado, também envolve o planejamento de marketing e publicidade de muitas empresas. Para o próximo ano, as novidades chegam em forma de uma programação robusta, repleta de conteúdos diversificados e oportunidades ainda mais flexíveis para anunciantes.


O que esperar dos principais produtos comerciais da Globo em 2021?

Para antecipar o que está por vir, elencamos a seguir as inovações dos principais produtos comerciais da Globo:

 

Big Brother Brasil (BBB): vem aí a edição mais longa do reality no Brasil

BBB 21 terá 100 episódios. Foto: Reprodução.

Para 2021, o BBB vai repetir a proposta de 2020: trazer pessoas comuns e influenciadores para o reality. A diferença, no entanto, é que vai contar com 100 episódios: a edição mais longa da história do programa no país. Já as oportunidades para patrocinadores poderá ser aproveitada de diferentes formas: em diversos tipos e custos de inserções. O que inclui, ainda, novos serviços como relatórios de inteligência para mensurar resultados.


Futebol é a bola da vez para anunciantes marcarem gol!

Futebol na Globo vai dispor de diferentes opções comerciais e modulares para patrocinadores. Foto: Pixabay.

Considerado o produto mais valorizado pelo mercado publicitário brasileiro, o futebol da Globo também terá novidades. Então, o que esperar de 2021 dentro e fora dos campos? A resposta é: maior flexibilidade para atender às necessidades dos patrocinadores. Isso porque a Globo vai oferecer um pacote comercial modular com oportunidades de patrocínio em três frentes:

  1. Futebol Nacional Globo: na TV aberta, em transmissões de campeonatos estaduais e nacionais;
  2. Futebol Nacional SporTV e Premiere: em canais pagos, nas mesmas transmissões nacionais;
  3. Eliminatórias da Copa: nas transmissões dos jogos da seleção brasileira.

Essas oportunidades poderão ser adquiridas em conjunto ou de maneira isolada, dependendo da verba e intenção de investimento. Cada marca poderá ainda personalizar seu patrocínio conforme seus objetivos de marketing.


Novelas ultrapassando as telas e entrando no mundo digital

Com cronograma de novelas previsto até 2024, a Globo também vai oferecer novas oportunidade para inserções comerciais nas tramas. As marcas poderão ser inseridas tanto no contexto, em ações de merchandising e branded content, quanto nas redes sociais. Algumas das novelas previstas para 2021 são: Nos Tempos do Imperador, às 18h, além da volta de Amor de Mãe e Salve-se Quem Puder, que foram interrompidas na pandemia. Ainda no novo ano a emissora terá o remake de Pantanal, sucesso na TV Manchete dos anos 90.

 

Olimpíadas com cobertura completa

A cobertura para os jogos de 2021 também são outras novidades sobre o que esperar de 2021 na Globo. Com o uso de todos os protocolos de segurança exigidos pela pandemia, a emissora vai cobrir o evento pela TV aberta, SporTV, Globo Esporte e redes sociais. Para os anunciantes, a notícia é que serão oferecidos dois formatos inéditos de inserção de marcas nas transmissões.

 

The Voice Brasil versão melhor idade promete agitar a temporada 2021

O curitibano Douglas Ramalho foi um dos participantes da edição de 2020 do The Voice Brasil. Foto: Globo/Reprodução.

Uma edição com participantes com mais de 60 anos promete trazer ainda mais emoção ao reality The Voice Brasil em 2021. Entre os jurados estarão nomes como Claudia Leitte, Emicida e Mumuzinho. As marcas poderão trabalhar com suas inserções em diferentes formas de conteúdo tanto na TV aberta quanto nas plataformas digitais.

 

Oportunidades para anunciantes: mais facilidade e flexibilidade para anunciar na Globo 

Para o novo ano, a Globo trabalha com o conceito “Uma Só Globo”, uma operação que une TV aberta, canais pagos, Globoplay, plataformas digitais e redes sociais. Com diversas opções de inserções de marca em meio ao conteúdo, a Globo trará oportunidades comerciais para anunciantes de diferentes portes e verbas de investimento. Um plano de negócios que contempla diferentes custos e entrega os conteúdos em todas suas janelas. 

Manzar Feres, diretora comercial da Globo“Uma das coisas mais inovadoras em tudo que desenvolvemos é a cocriação. Ouvimos o mercados e entendemos que precisávamos modularizar mais, flexibilizar ao máximo e criar oportunidades para a pluralidade de anunciantes. Outra novidade da Globo 2021 são os pacotes comerciais não atrelados a programas ou projetos específicos. Uma solução que atende anunciantes que querem aparecer na Globo mesmo sem ter um planejamento de mídia. São pacotes que podem ser usados quando e como os anunciantes quiserem, inclusive nos novos formatos comerciais que lançamos em 2021 e ainda iremos formar em 2021”, destaca Manzar.


O que esperar de 2021 na RPC?

Afiliada Rede Globo no Paraná, a RPC também traz várias novidades e perspectivas otimistas para suas oito emissoras no Paraná. Para trazer à tona um balanço de 2020 e também as expectativas para o novo ano, entrevistamos o diretor-geral da RPC, Eduardo Boschetti.
No bate-papo, ele destaca que gerar impacto positivo para a vida dos paranaenses e as melhores oportunidades para anunciantes continuam sendo os principais pilares no novo ano. Confira, na íntegra, o que esperar de 2021 na RPC.

 

Quais as principais lições trazidas por 2020 para a RPC, sendo um ano tão turbulento, repleto de mudanças para todos e também quando completou 60 anos de existência?

Eduardo Boschetti, diretor geral da RPC

“Foram muitas as lições que 2020 nos trouxe, sem dúvida nenhuma. Em primeiro lugar, um ano que nos relembra quantos e quão fortes são os elementos que estão fora do nosso controle. Mas vencida essa primeira evidência, foi um ano que nos mostrou também o quanto somos capazes de nos reinventar com rapidez, o quanto podemos nos apoiar uns nos outros para juntos superarmos toda e qualquer dificuldade, a importância das parcerias e do olhar cada vez mais voltado para o outro.” Eduardo Boschetti, diretor geral da RPC


Dentro do contexto da pandemia, como a RPC lidou com suas três principais frentes de atuação (mercado, espectadores e comunidade), considerando seu alcance diário de mais de 5 milhões de pessoas?

Procuramos fazer a diferença na vida de todos. Nós nos organizamos muito rapidamente para termos certeza de que a nossa operação não sofreria nenhuma espécie de descontinuidade, até mesmo porque tínhamos e temos consciência da importância do nosso papel no dia-a-dia das pessoas. 

Sabíamos que, em um momento de muitas dúvidas e incertezas, precisávamos garantir informação de qualidade para a população. Com tantos boatos, com tantas notícias falsas, as pessoas precisavam saber o que realmente estava acontecendo e a RPC, nesse sentido, tem o privilégio de contar com a confiança e com a audiência dos paranaenses. 

Desde o início da pandemia procuramos informar as pessoas acerca dos riscos e dos cuidados necessários para que estivessem seguras, procuramos entender com as autoridades como estava a estrutura de saúde e também mostrar o drama do momento em suas outras dimensões, por exemplo, todo o impacto econômico, os efeitos psicológicos do isolamento, os desafios com as crianças fora das escolas e assim por diante. 

Procuramos também estar muito próximos dos nossos parceiros comerciais, entendendo o momento e construindo soluções e caminhos para cada um deles. Apoiamos fortemente o comércio local e, não menos importante, em parceria com o Instituto GRPCOM e com vários dos nossos anunciantes, ajudamos diversas instituições beneficentes em todo o Paraná.

Mais de 100 toneladas de alimentos e 25 mil produtos de higiene e limpeza foram arrecadados na campanha Juntos Pelo Bem, da RPC. Foto: Divulgação.

 

Em entrevista para o especial de 60 anos da RPC, a diretora de jornalismo Luciana Marangoni destacou que com a pandemia a participação do público e a interação com a RPC, inclusive via aplicativo, ficaram ainda maiores. Qual a importância desse diálogo?

Trabalhamos todos os dias para estarmos cada vez mais próximos do nosso público. Quanto mais nos conhecemos, mais nos compreendemos e mais podemos nos ajudar na busca de uma sociedade melhor. 

Ter essa interação cada vez mais frequente é incrível e saber que nosso público nos ajuda a construir cada jornal, cada produto, e, mais do que isso, saber que que essa conversa é cada vez mais intensa e numerosa mostra que estamos trilhando um caminho muito positivo. Um caminho de confiança, de credibilidade, enfim, de relações muito fortes e verdadeiras.

Luciana Marangoni, diretora de jornalismo da RPC. Foto: Divulgação.
Luciana Marangoni, diretora de jornalismo da RPC. Foto: Divulgação.

Leia também:

O que o público e o mercado paranaense podem esperar da RPC para 2021?

O público pode esperar a mesma paixão por comunicação e o mesmo compromisso de entregarmos conteúdos que, de alguma forma, tenham o potencial de mudar a vida das pessoas para melhor.
> No JORNALISMO, certamente muita coragem, informação relevante e bem apurada, boas histórias e exemplos inspiradores.
> No ENTRETENIMENTO, além de informação, diversão leve para toda a família, boas ideias, curiosidades, histórias bonitas, lugares interessantes para se visitar, música, receitas, enfim, conteúdo para relaxar e dar aquela necessária pausa nas nossas mentes.    


E o mercado anunciante, o que pode esperar da RPC para 2021?

Como mencionei há pouco, 2020 foi um ano em que fortalecemos ainda mais as relações com nossos parceiros. Estivemos muito próximos e vivenciamos os dramas, os desafios e as conquistas de muitos deles. 

Para 2021 desejamos nos manter ainda mais próximos, para que possamos juntos construir as melhores soluções de comunicação. Conhecimento profundo da realidade de cada parceiro, muita dedicação e soluções customizadas, eficazes e inovadoras. É isso que continuaremos buscando neste ano que chega. Novos formatos, novas soluções de tecnologia, projetos criados a várias mãos a partir de um quadro em branco, da “mesa limpa”, como costumo dizer. Tenho certeza de que veremos muito disso em 2021!    

Rocket 2020 foi um dos projetos customizados lançados pela RPC em 2020. Foto: Priscila Fiedler/RPC.

Qual mensagem você deixaria para os leitores do blog De Olho No Mercado, de final de ano, considerando o desafiador momento que vivemos?

Para os leitores do “De Olho no Mercado”, preciso, antes de mais nada, agradecer por nos acompanharem, por dedicaram parte do seu tempo para lerem esses conteúdos que produzimos com tanto carinho e com tanta dedicação. 

Aproveito, aliás, para parabenizar aqui todo o time e todos os parceiros que contribuem para o blog, porque sim, ele é feito por muita gente: pelo time RPC, pelos nossos anunciantes, por agências, por produtoras, por profissionais das mais diversas áreas, leitores e tantas outras pessoas. Muito obrigado mesmo. 

E como mensagem de final de ano, gostaria de desejar a todos muito otimismo e muita coragem para encararmos de frente 2021. É impossível saber exatamente como será o novo ano. Cabe-nos torcer para que ele seja melhor, trabalhar muito para isso acontecer e acreditar que, juntos, todos daremos um jeito de superar as dificuldades. Saúde, otimismo e coragem! Que venha 2021!


E você, o que espera de 2021?

Se precisar de ajuda para encontrar oportunidades e soluções de comunicação no Paraná, fale com a gente ou escreva para mktcomunicacao@rpc.com.br. Um ótimo novo ano!

Artigos relacionados

0 respostas para “O que esperar de 2021? Diretor-geral da RPC, Eduardo Boschetti, revela o que vem por aí!”

Deixe uma resposta

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.