Menu Busca

Economia e Setores

Inovação marca trajetória de trinta anos da Midiograf

Empresa de Londrina comemora aniversário de fundação como referência no segmento gráfico

A londrinense Midiograf está sediada em um parque gráfico moderno com 20 mil m². Foto: Divulgação

A londrinense Midiograf completou trinta anos de fundação neste mês de março. A gráfica, uma das líderes do mercado de embalagens de papel, construiu uma história pautada em inovação. A característica permitiu que a empresa se tornasse uma referência em um setor tão competitivo. 

Liderada pelos irmãos Nivaldo e Edson Benvenho, a Midiograf está sediada em um parque gráfico de aproximadamente 20 mil metros quadrados, localizado na Rua das Indústrias, no bairro Cidadela, e emprega cerca de 160 funcionários. 

A trajetória da marca, no entanto, iniciou muito antes de sua abertura efetiva. Tudo começou ainda na década de 1970, como um sonho de criança. “Quando eu tinha 9 anos de idade, eu fui fazer uma visita em uma empresa gráfica pela escola e fiquei apaixonado por aquilo. Eu cheguei em casa e falei: ‘mãe, eu já sei o que vou ser quando crescer’”, conta Nivaldo Benvenho, diretor e um dos fundadores da Midiograf.

Atualmente, a Midiograf emprega cerca de 160 funcionários. Foto: Divulgação

Três anos depois, aos 12 anos, Nivaldo começou a trabalhar em uma gráfica, por onde ficou por treze anos. Já adulto e formado em Economia, decidiu abrir o seu próprio negócio, ao lado do irmão, Edson, e de um terceiro sócio. No dia 5 de março de 1992, a Midiograf abriu as portas em uma pequena sala de 2,5m x 9,5m. “Era uma garagem mesmo”, resume. 

Logo nos primeiros anos de atividade, surgiu a necessidade de deixar o local. A empresa foi para um outro imóvel, também alugado, de 150 m². Mais tarde, um imóvel ao lado também foi locado, dobrando o espaço de atuação. Novas locações e mudanças ocorreram com o passar dos anos. Até que, em 2009, já como uma das referências do segmento, a empresa inaugurou sua sede própria, o atual parque gráfico.

Leia também >>> Show de inovação ao alcance do campo!

Visão

Um aspecto singular da Midiograf, desde sua fundação, é uma visão voltada à inovação. Nivaldo e Edson sabiam que era preciso entregar mais do que uma simples impressão em papel.

“O que nos alavancou foi a tecnologia. Lembro que nenhuma gráfica da época tinha um computador. Compramos um computador com 40mb de capacidade, uma impressora a laser e um Corel Draw 2.0. Isso encantou os clientes e nos deu velocidade”, relata Nivaldo.

A aquisição de novos equipamentos e tecnologias sempre fez parte das prioridades da empresa, que foi a primeira da região a ter uma tela de computador colorida e também a primeira a abolir antigos processos de impressão. No Brasil, a Midiograf foi pioneira no uso de realidade aumentada como um complemento dos materiais impressos. 

“Nós sempre procuramos ser ousados, buscando softwares e equipamentos com tecnologia. Na época, o que nenhuma gráfica tinha, nós tínhamos. A tecnologia nos levou a outro patamar de velocidade, de qualidade do material e de processos do controle de qualidade”, conta Edson.

Edson, que também começou a trabalhar na área ainda adolescente, acredita que essa diferenciação fez com que a Midiograf se destacasse em relação à concorrência. “O mercado gráfico da época, por si só, não gostava muito de trabalhar com agências de propaganda, com designers. Eles preferiam mercados que não eram tão exigentes. E nós fomos para esse lado de aceitar os desafios, que foram nos levando às novas tecnologias e métodos de trabalho que, por consequência, foram exigindo uma perfeição e inovação no processo.” 

Tendências

Há cerca de dez anos, a Midiograf optou por iniciar uma empreitada em um novo nicho, as embalagens de papel. Nos primeiros três anos, a gráfica foi adquirindo know-how até alcançar um status de referência também neste segmento de atuação. 

Agora, ambos os empresários veem o produto como uma tendência cada vez mais presente no mercado brasileiro. “É a linha de produtos que mais cresce dentro da empresa”, afirma Edson.

“O Brasil vai perceber que o mundo começa a apertar ainda mais contra o plástico. O papel ganha mais espaço, como é na Alemanha e nos Estados Unidos”, destacou Nivaldo, pontuando a sustentabilidade como um dos motivadores para este crescimento do mercado.

Embalagens de papel e livros impressos são segmentos em alta no setor gráfico. Foto: Divulgação

Além da expansão deste novo mercado, serviços mais tradicionais como a impressão de livros permanecem como importantes do ponto de vista comercial. Na Midiograf, a produção de livros teve um crescimento de 48% no ano de 2021 em comparação com 2019. 

Orgulho

Ao recapitular a história da empresa,  Nivaldo e Edson refletiram sobre suas histórias pessoais e sobre o impacto do modo de trabalho da Midiograf nas últimas três décadas. 

Para Edson, que também preside a SIGEP (Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado do Paraná) e a ABIGRAF-PR (Associação Brasileira da Indústria Gráfica), o trabalho gráfico é uma antiga paixão que ele cultiva diariamente. “Eu me sinto realizado. Dá trabalho, como todos os trabalhos dão. Mas eu venho aqui todos os dias, há trinta anos, com entusiasmo. Tinta corre na minha veia”, decreta. 

Nivaldo, por sua vez, concluiu que, além da inovação, respeito às pessoas e ao meio ambiente foram pilares na construção do que hoje é a Midiograf.

– Quer receber nossa NEWSLETTER SEMANAL?
Inscreva-se https://comunicacao.negociosrpc.com.br/deolhonews

Artigos relacionados

0 respostas para “Inovação marca trajetória de trinta anos da Midiograf”

Deixe uma resposta