Menu Busca

Economia e Setores

Mercosuper 2022: Fórum Tecnologia debate experiência de compra e eficiência tecnológica

Um dos eventos mais concorridos da manhã desta terça (05) trouxe insights de Cláudio Shimoyama, do Grupo Datacenso, e Tiago Nascimento, da RP Info

A Mercosuper 2022 começou nesta terça-feira (05) com o público comparecendo em peso já no período da manhã, antes mesmo da abertura dos estandes. Você acompanha o melhor dos três dias de evento, de 05 a 07 de abril, no Blog De Olho No Mercado.

Um dos motivos foi a palestra do Fórum Tecnologia, realizada às 9h30 com quatro nomes relevantes do varejo: Cláudio Shimoyama, CEO do Datacenso; Lucas Nagai, managing diretor da Glory Global Solutions; Lauro Bueno, CEO da Unitrier; e Tiago Nascimento, diretor comercial da RP Info.

Cláudio Shimoyama, CEO do Datacenso, fala na Mercosuper 2022. (Foto: Bruno Muller)

O assunto era pertinente a praticamente todos presentes na Mercosuper: o dilema sobre como a eficiência tecnológica pode agregar à experiência de compra.

Mercado bimodal

“Essa Mercosuper vem para mostrar um novo momento da gestão do relacionamento com o cliente”, apontou Shimoyama, no início de sua fala. “Precisamos pensar esse relacionamento cada vez mais em longo prazo, sendo nós mesmos uma espécie de gestor 5.0”.

Para potencializar essa mentalidade, o CEO do Datacenso elencou uma fórmula: o mercado bimodal, unindo tradição e inovação. “A tecnologia deve ser o meio que ajuda no processo de relacionamento com os clientes”, disse.

Nova “maturidade digital” do consumidor

Por sua vez, Lucas Nagai apresentou dados relevantes ao varejo, frutos da pesquisas da Glory com o consumidor, e trouxe questionamentos pertinentes à Geração Z. “Como suas marcas estão se preparando para atender às novas gerações?”, ponderou.

O mercado pós-2020, salientou, se foca em maior experiência via compras online, com um consumidor mais atento e crítico com as empresas. Isso se reflete no fato que 7 em cada 10 pessoas procuram mais informações sobre uma determinada empresa antes de concluir uma compra.

Nagai trouxe dados que corroboraram com a importância de melhorias nos pontos físicos, como que 70% dos brasileiros já afirmaram ter desistido de uma compra por não poderem pagar na forma ou tempo que queriam, e 1/3 deste total disse ter passado por essa dificuldade ao menos quatro vezes nos últimos seis meses anteriores à pesquisa.

Inteligência artificial no varejo

Entre os assuntos que abordou, Lauro Bueno destacou como a inteligência artificial pode ser um excelente captador de insights e potencializador de melhorias no varejo.

Lauro Bueno ressaltou os benefícios da inteligência artificial. (Foto: Bruno Muller).

“Existem cenários que a inteligência artificial avalia que podem ser facilitadores para tomadas de decisão a partir de critérios específicos de cada negócio”, disse. “As suas principais vantagens são a redução de custos e o aumento na produtividade”.

“Digital não substituirá o físico”, avalia diretor da RP Info

Tiago Nascimento, em entrevista exclusiva ao Blog De Olho No Mercado, sintetizou a sua participação no fórum Tecnologia com uma fala sobre a importância do digital não substituir a presença física, mas sim agregar à experiência. “As pessoas precisam do contato, nada substitui isso”, disse.

Assista abaixo:

Aproveite os insights da Mercosuper e fale conosco para potencializar a sua marca!

Artigos relacionados

1 respostas para “Mercosuper 2022: Fórum Tecnologia debate experiência de compra e eficiência tecnológica”

  1. Thiago Roberto says:

    Concordo que o meio físico ainda é amplamente utilizado, as pessoas gostam de testar produtos, senti-los etc. Mas acredito que as grandes marcas deveriam repensar uma forma de redução de custos nos valores entre lojas físicas e digitais. Hoje a diferença é gritante.

Deixe uma resposta