Menu Busca

Comportamento

Como os jovens da geração Z decidem as compras?

Conheça o perfil de consumo da geração que está mudando as vendas no varejo.

Segundo dados do IBGE,  os jovens da geração Z – nascidos entre a década de 90 até 2010 – já representa 25% da população no país. Só no Facebook, os brasileiros dessa geração já chegam a 33 milhões. A previsão é de que até 2020 eles representem 40% dos consumidores em todo o mundo. Você sabe como eles decidem as compras?

Outro estudo feito por mais de 15 mil pessoas em 16 países pela IBM, aponta que estes meninos e meninas influenciam 93% do planejamento financeiro da família. Para Ney Nascimento Almeida, gerente comercial e marketing da Attraktiva, esses jovens deverão mudar o mercado nos próximos anos. “Para eles, o imediatismo é uma realidade. Mas, ao mesmo tempo que prezam por informações mais detalhadas de determinado produto, eles não tem muita paciência em ler descrições muito longas”, aponta Almeida.

O IBGE estima, também, que até 2026, os jovens da geração Y já terão atingido idade para ter renda própria. Com mais poder de compra, tornam-se o centro das atenções do futuro do comércio online. Diante desse desafio e sabendo que eles passam em média 07 horas do seu dia conectados à internet, a Attraktiva se adequou. E passou a pesquisar constantemente como inovar e otimizar a comunicação de todas as plataformas. A ideia é permitir que o acesso ao conteúdo seja rápido e leve, com uma experiência de navegação prazerosa e compra mais segura.

Consumo no futuro

Um estudo da consultoria McKinsey aponta que em 2030 as principais movimentações que irão moldar o comportamento do consumo dos jovens serão:

  • Busca por conveniência e facilidade.
  • Foco na experiência de compra.
  • Consumo em negócio locais.
  • Simplificação de escolha.

“No que diz respeito à tecnologia a integração de processos e procedimentos é algo que já é fato. O chamado omnichannel, onde a empresa oferecerá ao cliente uma experiência única de compra, é o foco da Attraktiva. Queremos que ele tenha algo único”, conta Ney. Ele destaca como pontos de atenção  a busca mais constante por produtos ecologicamente corretos e de baixo impacto ambiental.

Conheça o jovem paranaense

São muitas oportunidade de negócios para trabalhar com um público que já nasce com a capacidade de processar uma quantidade maior de informação em menor tempo. Para o portal de comportamento e tendências WGSN, se a Geração Y consegue administrar três telas, a Geração Z pode chegar a 5: celular, notebook, desktop, tablet e até um dispositivo de game (WGSN, 2018).

Conheça mais sobre os hábitos de consumo dos jovens no Paraná

 

 

Para Ney Almeida, a comunicação deve ser leve, divertida e moderna. “Com o impressionante fascínio que as redes sociais exercem sobre esses jovens não tem como ficar alheio. Por isso pensamos em memes, emojis, stickers, programas de tv do momento, personagens de novelas, atletas em destaque na temporada. Eles  podem te linkar a um cenário positivo e deixar esses clientes mais à vontade para concretizar a compra conosco”, conta o executivo. Para ele, o respeito a diversidade (de pensamentos, religião e todos os outras possibilidades) é algo fundamental.

Quer conversar com esse público? Conte com a gente!

Veja mais em https://g1.globo.com/pr/parana/especial-publicitario/bom-jesus/guia-dos-pais/noticia/2018/12/03/geracao-z-impoe-mudanca-nos-modelos-de-escola-e-trabalho.ghtml

https://g1.globo.com/economia/pme/pequenas-empresas-grandes-negocios/noticia/2018/12/23/geracao-z-busca-consumo-consciente-e-novidades-no-mercado.ghtml

 

Artigos relacionados

0 respostas para “Como os jovens da geração Z decidem as compras?”

Deixe uma resposta