Menu Busca

Comportamento

Sêniors movimentam o mercado

Consumidor maduro representa a maior fatia de gastos no Brasil e é responsável por 42% do consumo das famílias.

O consumidor maduro, ou sênior, com idade a partir dos 60, está movimentando o mercado. Hoje, um em cada dez brasileiros está nessa faixa etária. Atualmente os maduros representam a maior fatia de gastos no Brasil e são responsáveis por 42% do consumo das famílias. Apenas em 2018 eles movimentaram R$ 1,8 trilhões, segundo pesquisa do Instituto Locomotiva.

“Esses consumidores possuem renda própria, seja através de remuneração, aposentadoria ou investimentos. E estão cada vez mais preocupados com saúde e bem-estar, além de buscarem formas de viver mais e melhor”. Roberto Herrera, da consultoria de marketing especializada no consumidor sênior Hype60+.

Mesmo assim, ainda existe pouca oferta de produtos e serviços específicos para esse público. E a publicidade brasileira, consequentemente, também não está atenta em falar com o público idoso. E, quando fala, é de forma estereotipada. É o que mostra a pesquisa realizada no doutorado da coordenadora do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Positivo, Christiane Machado. Ele mostrou que os idosos aparecem em menos de 3% das propagandas.

Herrera explica que ainda há muitas empresas olhando apenas para os jovens. Este ano já há mais pessoas acima dos 50 anos se comparado à população de 0 a 14 anos. “As empresas devem olhar para esse público de forma estratégica. Buscar informações é a base para começar entender essa nova fase do mercado de consumo, no entanto não é isto que percebemos”.

Consumidores conectados

O Dia do Idoso é uma oportunidade para repensar o comportamento na internet. Os maduros brasileiros estão usando cada vez mais a internet. Isso vale para pesquisar preços, mandar mensagens, fazer chamadas de voz e vídeo, compartilhar conteúdos, fazer compras online e muito mais. Em 2008, eles eram 5,7% dos internautas. Já em 2017, somavam 31,1%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

“Outro estereótipo que não é verdadeiro é que os maduros não querem aprender. É justamente o contrário.  Eles querem estar nas conversas, saber qual é o novo filtro do Instagram, qual o aplicativo mais moderno”, conta Layla Vallia, uma das fundadoras da Hype 60+.

Além do entretenimento, os idosos já usam a internet para facilitar a vida – desde o pagamento de contas até a compra de produtos. De acordo com uma pesquisa nacional chamada “Os 60+ e a internet”, realizada pelo Sindilojas de Porto Alegre, 49% dos idosos fazem ou fizeram compras na internet. Já 63,7% usam smartphone (destes, 89% usam o WhatsApp). E 83% acessam a internet todos os dias.

Essa semana mais de 25 mil visitantes passaram pela Longevidade Expo + Forum, evento internacional de produtos, serviços e inovação para qualidade de vida e bem-estar.  Foram dezenas de palestras e atividades para um público que tem vida ativa, controla suas finanças e toma as próprias decisões na hora da compra.

Saiba mais sobre esse assunto e confira o E-BOOK MAIS IDADE na matéria abaixo:

RPC promove a palestra Mais Idade, com Flavia Toledo da TV Globo

Acompanhe a home da RPC e nossas redes sociais: Fan pageTwitter e Instagram.

Quer estar por dentro das nossa programação? Baixe o aplicativo da RPC. Quer informações, insights, palestras, soluções de mercado do Paraná? Fale com a gente informações@rpc.com.br

 

Artigos relacionados

0 respostas para “Sêniors movimentam o mercado”

Deixe uma resposta