Menu Busca

Economia e Setores

Da navalha à massagem: novas barbearias têm conquistado os paranaenses

Dizem que o mercado da beleza é um dos últimos a sentir os efeitos de qualquer crise econômica. E também um dos primeiros a sair dela. A principal mudança está no comportamento do consumidor: sem tirar cuidados pessoais do orçamento, os paranaenses apenas mudam hábitos, como a frequência ao salão. Sabe quem tem visitado salões, aliás? Os homens! Hoje falamos sobre as novas barbearias, que têm conquistado a preferência aqui no estado. Vamos juntos!

Com perspectivas bastante otimistas para 2018, quem trabalha com beleza encontra várias oportunidades para os próximos meses. É o caso dos salões e serviços especializados, agora de olho em outro público que movimenta a economia: os homens.  Uma boa prova disso é o crescimento do setor de barbearias.

Somente em 2015, o consumo de produtos para barbear já representava 10% do consumo de itens de beleza e higiene no nosso país. O dado é da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec).

Bem antes disso, em 2007, a capital paranaense recebia a primeira unidade da Barbearia Clube. Depois de uma pesquisa de mercado feita durante dois anos, veio a inauguração da barbearia no bairro Mercês. “Constatamos a necessidade de oferecer um espaço exclusivamente masculino para cuidados com a beleza. Homens que queriam usufruir deste tipo de serviço, mas não tinham aonde. Fomos pioneiros no Brasil na retomada do trabalho dos barbeiros com toalha quente e navalha”, conta Wagner Alves da Silva, gerente da primeira unidade da Barbearia Clube.

Desde então, um dos mais tradicionais serviços para os homens ganhou um novo conceito que tem conquistado os paranaenses. Decoração que vai do rústico ao industrial, atendimento personalizado e alguns “mimos” para um público que não estava acostumado a passar horas no salão: wi-fi gratuito, cerveja e programas esportivos na telinha.

Atendimento personalizado e variedade de serviços são diferenciais para eles

Na Barbearia Clube o mix de serviços – que conta com podologia, massagem, limpeza de pele, manicure e depilação –  também estendeu-se a produtos.  Silva conta que a marca desenvolveu uma linha específica para barba e outras duas de pomadas de cabelo masculinas. “Assumimos o compromisso de manter um padrão de qualidade em tudo o que oferecemos. Os produtos são registrados na Anvisa e o atendimento nas nossas lojas é feito por profissionais experientes, estritamente dentro dos padrões da vigilância sanitária”, destaca.

Não foi difícil identificar a oportunidade de expandir os negócios da Valaites Beleza e Estética. A marca já atuava no Paraguai e, em 2017, trouxe o conceito de barbearia para o salão de beleza inaugurado no Shopping Catuaí Palladium, em Foz do Iguaçu. Alisson Valaites, que administra a barbearia, explica o início da operação.  “Ainda no Paraguai já tínhamos notado a falta de um espaço masculino, com opções exclusivas para eles. Começamos a trabalhar com a ideia de colocar uma área de barbearia dentro do Valaites”.

Além dos serviços tradicionais de barbearia, o público masculino também conta com outros serviços, como detalha Alisson: “oferecemos também micropigmentação para corrigir falhas na barba, além dos serviços de estética e massagem que também se estendem para os homens”. O foco foi ampliado: mais do que cuidados essenciais de beleza, a barbearia oferece bem-estar aos clientes. “Nosso diferencial é o atendimento. Já no lavatório, oferecemos a massagem capilar; para proporcionar momentos agradáveis e de conforto para nossos clientes”, explica Alisson.

Oportunidades do segmento de barbearia

Os clientes da Valaites são bastante fiéis e vêm dos mais diversos lugares da região. “Boa parte da vem da Argentina e do Paraguai. Também percebemos um grande movimento de turistas, que aproveitam a estada em Foz do Iguaçu para passar na barbearia e cuidar do visual”, conta Alisson. A facilidade de estar no shopping garante um bom movimento. Segundo o administrador da Valaites, este é um diferencial que permite maior estabilidade durante o ano todo. “Queremos fidelizar ainda mais clientes em 2018 e tornar a marca uma referência para os turistas: quem pensar em barbearia em Foz, pode nos visitar”, finaliza Alisson.

Para Wagner Alves da Silva, da Barbearia Clube, 2018 é um ano que promete crescimento: “além das unidades nas Mercês, Centro Cívico e Água Verde, pretendemos abrir mais uma ainda este ano. Nosso plano de expansão não deixa de lado a tradição da nossa marca e a qualidade dos serviços que prestamos”, encerra o gerente.

Vamos juntos pensar em novos mercados? #DeOlhoNoMercadoRPC

Artigos relacionados

0 respostas para “Da navalha à massagem: novas barbearias têm conquistado os paranaenses”

Deixe uma resposta