Menu Busca

Economia e Setores

Férias e festas também para os animais de estimação

No Paraná, os pets são membros da família. Perto das férias e das festas de fim de ano, contamos como o setor de petshops se prepara para cuidar dos nossos animais de estimação.

132,4 milhões. Este é o tamanho do mercado de pets no Brasil, de acordo com dados do IBGE divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet). Deste total, 52,2 milhões são cães e 22,1 milhões são gatos. Cerca de 44% dos domicílios do país possuem pelo menos um cachorro. Quando falamos nos felinos, o número fica em 17,7%.

Com uma população tão grande de animais de estimação, é natural que este seja um mercado de boa movimentação financeira. Em 2017, foram 20,3 bilhões de reais, dos quais 68,6% representam alimentação e 15,8% são serviços. Falando em serviços, o final do ano é um período promissor para o mercado. A chegada das férias envolve mais banhos e tosas, alimentação diferenciada e cuidados especiais para os pets que se juntam à viagem em família.

“O segundo semestre costuma ter um aumento significativo nas vendas”, conta Patricia Maeoka Aisengart Accioly, diretora da Hiperzoo. De acordo com a profissional, são exatamente os produtos específicos para o verão e as viagens que ajudam a elevar estes números. Quando o assunto são serviços veterinários, a procura é maior até as vésperas do Natal e reduz no período de viagens e hospedagem de animais. “A demanda volta a ser retomada na segunda quinzena de janeiro”, explica Patricia.

Bruno Esperança, diretor geral da Esalpet, conta que banhos e tosas são os serviços mais buscados ao longo da estação. Além disso, outros serviços relacionados ao embelezamento e acessórios tem uma maior busca, afinal, os pets também passeiam mais durante os dias de verão. “Com dias mais longos, há também maior possibilidade de aproveitamento em áreas abertas. Como os pets fazem parte da família, geralmente acompanham no aproveitamento destas ‘horas a mais’”, explica o profissional.

Na prateleira

Alguns produtos também apresentam aumento nas vendas durante o período. Patricia aponta que entre eles estão antipulgas e carrapaticidas, vermífugos, acessórios para passeios e viagens (peitorais, coleiras, guias, caixas de transporte). Além, é claro, de produtos para refrescar os animais – como colchonetes gelados, tigelas para manter água fresca, comedouros com temporizador.

Dicas de viagem

Se você optou por incluir o seu animalzinho no plano das férias, alguns cuidados são fundamentais, principalmente se o destino são regiões quentes. “É importante atentar para a hidratação do animal; verificar se o ambiente onde ficam tem abrigo contra o sol forte; passear somente nos horários mais frescos, evitando o período entre 10h e 17h e lembrar de testar o calor do solo antes de sair com o animal. Vale aplicar filtro solar no focinho, pontas de orelhas e ventre; utilizar repelentes de mosquitos e aplicar antipulgas e carrapaticida regularmente” – são algumas indicações de Patricia. Além disso, na hora de preparar a alimentação, evite grandes porções e mantenha a água do animal sempre fresca. Uma boa dica é colocar gelo na tigela.

Antes de viajar, garanta que as vacinas estão em dia, assim como vermífugos e medicações preventivas. “É importante manter o pet com a mesma ração de costume, para evitar transtornos de uma eventual mudança. E, ainda, especial atenção com o calor do ambiente e durante o transporte em veículos. Os animais são mais sensíveis às altas temperaturas, apresentado quadros de hipertermia rapidamente”, alerta Patricia.

Identificar adequadamente o bichinho de estimação também é fundamental. Garanta uma plaquinha de identificação e fique atento ao uso correto de guias e coleiras para diminuir as chances de fuga.

Vamos juntos aproveitar o verão com nossos pets? #DeOlhoNoMercadoRPC

Artigos relacionados

0 respostas para “Férias e festas também para os animais de estimação”

Deixe uma resposta