Menu Busca

Economia e Setores

Um brinde ao sucesso! Franquias de cervejas conquistam os paranaenses

Uma das bebidas mais amadas do Brasil é também um dos grandes negócios que têm surgido no Paraná nos últimos anos. Estamos falando de cerveja, é claro! Sabe por que nosso estado se destaca no segmento? Porque os paranaenses são consumidores fiéis e bem exigentes. Hoje falamos mais um pouco sobre franquias, agora com foco nesta bebida tão preciosa para o happy hour e a economia.

Já tem alguns anos que cerveja deixou de ser apenas uma bebida. Virou cultura e, claro, negócio. O Paraná está entre os cinco estados com maior número de fábricas de cervejas artesanais, segundo o Ministério da Cultura, Agropecuária e Abastecimento. Para se ter uma ideia, 83% das cervejarias artesanais do Brasil ficam nas regiões Sul e Sudeste. Por aqui, o número é fomentado pelo empreendedorismo dos paranaenses e pela riqueza do solo, que permite o cultivo de insumos importantes para o produto.

Para entender melhor o gostinho de vender uma das bebidas mais amadas pelos brasileiros, conversamos com especialistas no assunto. Eles entendem de cerveja como ninguém e souberam transformar a bebida em negócios de sucesso, com franquias em todo o Brasil. Vamos juntos!

Cerveja artesanal: do hobby aos negócios

O Mestre-Cervejeiro.com tem mais de 10 anos de história. Muito antes da cerveja artesanal conquistar o coração e o paladar dos paranaenses, o beer sommelier e fundador da marca, Daniel Wolff, criou um site de conteúdo sobre o assunto. “Nos tornamos uma referência por muitos anos, prestando serviços de consultoria a bares e restaurantes e promovendo eventos e workshops de cerveja”, inicia Wolff.

O crescimento e a expansão para o formato de franquias aconteceram de forma natural – para Wolff, o cuidado com a marca ajudou a impulsionar os negócios. “Não fizemos um plano de negócios na época, tudo aconteceu de forma orgânica. Como sou formado em design, ao montar o primeiro ponto de venda (em 2009) tive o cuidado de pensar na marca e no posicionamento de mercado. As pessoas chegavam na loja e perguntavam: – é franquia?”, explica.

A partir daí, o franchising começou a tomar forma. Em 2012, o Mestre-Cervejeiro.com iniciou o processo e hoje conta com mais de 60 lojas em todo o Brasil.  O fundador destaca que a padronização e o apoio em gestão são fundamentais para a parceria de negócios com os franqueados. “Isso traz muita segurança, pois eles utilizam modelos que já foram testados e aprovados. Fazemos curadoria das cervejas, treinamentos de gestão e vendas e também orientamos em toda a parte de padronização das lojas, da ambientação à sinalização”, detalha Daniel Wolff.

Entre os diferenciais da marca, o fundador destaca os produtos próprios, exclusivos para as lojas do Mestre-Cervejeiro.com; e a troca constante de experiências com os franqueados: “o mercado é dinâmico e estamos sempre atualizados”, conta.

Paraná no alvo das cervejas especiais

A história da Mr.Beer começou com um quiosque em um shopping em São Paulo em 2009. Com o objetivo de oferecer cervejas de altíssima qualidade combinada a novas experiências, a marca logo identificou a demanda que a levou à expansão. O Paraná mostrou-se um importante mercado no segmento de cervejas especiais, como conta o CEO da marca, Daniel Nery Leite. “Na nossa visão, é um dos três principais mercados do Brasil. Enxergamos muito potencial aqui, não só pelas cervejarias que surgiram no estado, mas também por causa da cultura cervejeira do paranaense. É um público exigente e refinado, que procura sempre o melhor”, aponta Leite.

Se a paixão pela cerveja deu início a tudo, a aposta no sistema de franquias mostrou-se certeira. “As pessoas vinham até a nossa loja e perguntavam como poderiam ser franqueados. Buscamos consultoria especializada e iniciamos o processo em 2010”, conta o fundador da Mr. Beer. Para garantir a longevidade, a marca fornece um grande portfolio de produtos, que variam de acordo com a região; é importadora exclusiva de marcas como Kloster, Riegele e Hasen, da Alemanha, e fabrica kits e acessórios.

Daniel Leite destaca que a padronização de lojas e produtos é peça-chave do negócio de franchising: “Temos padrões de visual merchandising de lojas e produtos, que são 100% homologados por nossas equipes de beer sommeliers e marketing. Isso dá ao franqueado a garantia de vender os melhores produtos, com uma marca que trabalha de forma altamente profissionalizada”.

Expectativas para o segmento

O Paraná sempre foi destaque na produção de cervejas artesanais. O segmento de cervejas artesanais cresce 40% ao ano, uma velocidade incrível! A estimativa é que, em 5 anos, chegue a 3% do mercado total de cervejas do país”, conta Daniel Wolff, do Mestre-Cervejeiro.com.

Além da expansão e da profissionalização dos negócios no segmento, Wolff conta que a paixão pela cerveja é um ‘caminho sem volta’ e tem conquistado um público cada vez maior. “Há um público de entrada, que ainda não teve contato com cervejas artesanais; o público intermediário, que já conhece e quer ter experiências diferentes relacionadas à bebida, e o público avançado, sedento por novidades. Estamos preparados para receber todos de braços abertos!”, finaliza.

O ‘caminho sem volta’  também é a aposta de Daniel Leite, da Mr. Beer. “Para este ano, nossa perspectiva é de crescimento de 60% em vendas, com a expansão das lojas. A cerveja especial passou de ‘moda’ para realidade. Além das franquias, estamos focados em um novo modelo de negócio, o Espaço Mr. Beer, que são corners dentro de estabelecimentos comerciais. Estamos sempre antenados no que nossos clientes realmente procuram. Rumo ao topo”, encerra Leite.

Vamos juntos brindar o sucesso? #DeOlhoNoMercadoRPC

Artigos relacionados

0 respostas para “Um brinde ao sucesso! Franquias de cervejas conquistam os paranaenses”

Deixe uma resposta