Menu Busca

Economia e Setores

Publicidade em festa! Marcas transformam a comunicação para o Carnaval

A festa mais democrática do Brasil também passa pela publicidade. Para conquistar consumidores e telespectadores cada vez mais atentos às transformações da sociedade, a comunicação de grandes marcas aparece de cara nova. Renato Cavalher, vice-presidente de criação do Grupo OM, fala sobre as mudanças nos comerciais de cerveja. Vamos juntos!

O Carnaval faz do Brasil uma referência cultural mundo afora. Das marchinhas tradicionais dos tempos dos nossos avós ao som do funk que deve dominar as festas neste ano, vale tudo. Só não vale manter os estereótipos e conceitos ultrapassados, que marcaram a comunicação carnavalesca por décadas.

A palavra de ordem para todas as marcas é empatia! O foco agora é em campanhas inclusivas, acessíveis para toda a população. Afinal, a festa mais democrática do país pede uma comunicação para todos os gostos, públicos, idades e gêneros.

Um bom exemplo? Os comerciais das marcas de cerveja.  Basta uma olhada no intervalo comercial e você vai notar que as mudanças são grandes. Os biquínis foram cobertos com fantasias coloridas, a praia divide espaço com os bloquinhos de rua e o discurso é mais contemporâneo. Tudo sem deixar de lado o que realmente importa na data: muita festa e muita cor!

Quem comenta esta mudança é Renato Cavalher, vice-presidente de criação do Grupo OM Comunicação Integrada.

Novos valores X oportunismo sazonal

Ainda que as mudanças sejam relativamente recentes, Cavalher explica que elas acontecem de acordo com o interesse dos consumidores. “Para isso há muita pesquisa e monitoramento da comunicação, especialmente em redes sociais. As campanhas de cerveja estão acompanhando a evolução natural da sociedade, felizmente. Não é mais cabível nenhum tipo de propaganda de cunho sexista, racista ou fascista”, destaca.

O comercial da Skol para o Carnaval 2018 retrata bem os novos tempos da publicidade. Mas é uma prática que deve estender os valores da marca a outros momentos, muito além do carnaval. “A Skol está realmente redirecionando sua linha de comunicação para além das fronteiras do fútil. Mas ainda há marcas que estão fazendo apenas maquiagens sociais, ecológicas e comportamentais para obterem vendas a curto prazo. Os consumidores saberão separar o que é mudança efetiva de atitude do que é apenas oportunismo sazonal”, alerta Cavalher.

Transformar para educar

O conceito de transformação é literal no comercial deste ano da cerveja Itaipava. Para Renato Cavalher, acompanhar as mudanças da sociedade e dos consumidores é um desafio constante da publicidade. A área também passa por transformações significativas a todo momento!

“É preciso contribuir com a educação do consumidor. Puxar a régua para cima, em vez de ser conivente com hábitos de costumes de um público que por vezes ainda é machista e preconceituoso”, conta. Para as marcas, os ganhos acontecerão a longo prazo, acredita Cavalher. “A propaganda pode contribuir para a evolução da nossa sociedade em vários sentidos. A médio prazo, isso vai gerar mais valor para as marcas e, claro, mais vendas”, finaliza o vice-presidente de criação do Grupo OM.

Vamos juntos pensar em publicidade inclusiva? #DeOlhoNoMercadoRPC

Artigos relacionados

0 respostas para “Publicidade em festa! Marcas transformam a comunicação para o Carnaval”

Deixe uma resposta