Menu Busca

Economia e Setores

Preços convidativos e produtos de qualidade: turismo de compras na Tríplice Fronteira

A região da fronteira entre o Brasil, Paraguai e Argentina é famosa pela variedade de produtos e pelos preços convidativos. Nesta matéria que encerra o especial "Tríplice Fronteira: um mercado sem fronteiras", falamos sobre turismo de compras. Conversamos com gente que conhece bem o comportamento de consumo dos visitantes da região. Vamos juntos conferir?

Nosso especial “Tríplice Fronteira: um mercado sem fronteiras” chega ao fim  e traz mais um conteúdo especial para fomentar os negócios na região. O assunto de hoje? Turismo de compras! Afinal viajar também é um ótimo negócio para o comércio. Todo turista quer levar para casa o melhor do passeio – e isso muitas vezes significa aproveitar boas oportunidades de compras.

Se Foz do Iguaçu é excelente para visitar e ficar mais perto da natureza e da história, as cidades dos países vizinhos são ideais para fazer as famosas “comprinhas”. Uma variedade grande de itens como perfumes, aparelhos eletrônicos, roupas e artigos esportivos estão à disposição do turista que passa pela paraguaia Ciudad del Este e  pela nossa vizinha argentina, Puerto Iguazu.

O número de visitantes na região tem aumentado e, consequentemente, os gastos no comércio apresentaram crescimento por lá. Preços baixos cotados em dólar e uma infinidade de produtos têm chamado cada vez mais a atenção de quem tem um dinheiro extra para gastar.  Além disso, a mudança no perfil do turista brasileiro também tem impactado diretamente na economia desses países. Hoje o visitante vai de carro e tem mais tempo para visitar a região da Tríplice Fronteira, o que aumenta o tíquete-médio.

A SAX e o luxo autêntico

Há algumas décadas, o Paraguai foi sinônimo de “comércio de produtos falsificados ou contrabandeados”.  Mas com o passar do tempo e com investimentos vindos de empresários locais esta ideia mudou completamente.

É o caso da famosa loja SAX (em inglês, “Style, Arts and Extras”) que reúne mais de 170 marcas internacionais, todas famosas pelos artigos de luxo. Giorgio Armani, Hugo Boss, Dior e Versace são alguns dos exemplos de grifes instaladas por lá. E tudo original, autêntico.

Segundo Armando Nasser, proprietário da SAX, a ideia de criar a loja veio quando percebeu que a região estava carente de produtos que pudessem satisfazer os turistas. “Cerca de 70% dos meus clientes são brasileiros.  Quis dar a eles uma oportunidade de ter acesso a esses produtos, só que com preços menores em uma cidade mais próxima do Brasil”, explica.

Armando Nasser, proprietário da SAX: focada em artigos de luxo, a loja desenvolveu sua estratégia de negócio buscando atender aos desejos dos consumidores

Nasser comenta que o perfil dos turistas que compram na loja não é mais o de revenda: as pessoas compram itens que querem usar. “Nós queremos atender as necessidades do consumidor de grandes marcas, por isso reunimos o que há de melhor no mundo e colocamos à disposição. Tudo legítimo, sem precisar questionar”, diz.

Além da estética das lojas, que contribui para chamar a atenção, os preços dos produtos são bem mais em conta se comparados ao Brasil.  No Paraguai , o custo operacional é baixo – e inexistência de alguns impostos cobrados em terras brasileiras melhora a margem de lucro sem afetar o preço para o consumidor final . Além disso, o custo da viagem até Ciudad del Este, onde a loja está localizada, é mais barato em comparação a uma viagem aos Estados Unidos, por exemplo.

Tudo isso pertinho de Foz do Iguaçu.  Nasser revela que possui clientes vindos de várias partes do Paraná como Londrina, Maringá, Cascavel, Curitiba e  cidades menores. “De alguns anos para cá, nós ajudamos a contribuir com uma mudança de cenário: mostramos que é bom comprar no Paraguai e acabamos com aquela imagem de que tudo aqui é falsificado ou ilegítimo. Nós temos a certeza de que os turistas ainda continuam gostando de fazer compras no país, por isso estamos pertinho e à disposição”, finaliza Nasser.

Se você perdeu algum conteúdo do nosso especial sobre Foz e região, aproveite e leia agora!

Quer ver mais matérias sobre algum setor ou região do nosso Paraná? Fale com a gente!

Vamos juntos desenvolver nossos negócios! #DeOlhoNoMercadoRPC

Artigos relacionados

0 respostas para “Preços convidativos e produtos de qualidade: turismo de compras na Tríplice Fronteira”

Deixe uma resposta