Menu Busca

Economia e Setores

Um brinde às vendas: comércio de bebidas e cestas preparado para as festas

As festas de final de ano movimentam os setores de bebidas e cestas natalinas. Nos preparativos para o brinde, empresas e consumidores apostam em presentes especiais.

Há quem chame de decoração precoce, há quem não veja a hora de colocar a guirlanda na porta de casa. Com a chegada de novembro, muita gente já começa a se preparar para as festas de final de ano. E a movimentação do comércio em diversos setores se intensifica.

Além das festas mais tradicionais, como o Natal e o Ano Novo, o período inclui confraternizações de trabalho, amigo secreto, encontros familiares e outros momentos que demandam presentes e mesa posta!

Copo sempre meio cheio

A Adega Brasil é uma das empresas que contam os dias para a chegada das festas de final de ano. “É nosso principal período de venda”, conta José Ricardo Knaut, responsável pelo marketing e comunicação da empresa. De acordo com o Knaut, entre os produtos mais buscados para das festas estão champagnes, espumantes e frisantes, seguidos dos vinhos brancos. A venda de bebidas, no entanto, segue forte durante o verão. É a época de viagens, quando a empresa percebe um movimento maior no consumo de cervejas, gins e vodcas, por exemplo.

“Outro grande diferencial do período é que é muito comum as pessoas se presentearem com bebidas. Também temos nossos kits natalinos. Montamos embalagens como baús decorativos e champanheiras, que além de bebidas selecionadas, incluem alimentos nacionais e importados, como os tradicionais panetones italianos e chocolates suíços”, explica Knaut.

O público das datas é variado. De acordo com José Ricardo, durante o período a Adega Brasil é impactada por todas as frentes de consumo, de pessoa física a jurídica, para consumo próprio ou presente. Por serem distribuidores de grandes marcas para mercados, bares, restaurantes e casas noturnas, há também uma crescente de vendas neste nicho no final de ano e período de férias. Para este ano, a expectativa de vendas é positiva: a Adega Brasil projeta um crescimento de cerca de 15% no volume de vendas em relação ao mesmo período do ano passado.

Otimismo cabe na cesta

 A Della Preve, de Foz do Iguaçu, espera um crescimento de 10% sobre as vendas do ano passado. Há mais de 28 anos a empresa realiza a comercialização de cestas natalinas, cujo principal público são empresas, que presenteiam seus funcionários.

A movimentação para as vendas acontece ao longo de todo o ano. De acordo com Maria Custódia Possamai Della, gerente administrativa da empresa, a preparação tem início no começo de maio, com a pesquisa de novidades, novos fornecedores e a encomenda das embalagens. “Parte da mercadoria começa a chegar no mês de setembro. Em outubro montamos as amostras e confeccionamos um catálogo, impresso e virtual, para a divulgação e venda. Em novembro começa a montagem dos pedidos já realizados e também para estoque”, explica a gerente.

A variedade é característica forte nos produtos. São diversos modelos, desde sacolas de papel mais simples, caixas e cestas, até os baús personalizados. As cestas são desenvolvidas pela própria equipe e montadas artesanalmente, de acordo com as necessidades do cliente. Anualmente, o volume de vendas chega, aproximadamente, a duas mil unidades.

Comunicar para vender mais

O desenvolvimento de estratégias de comunicação para divulgação dos produtos no período faz parte do cronograma das empresas. Segundo Maria Della, o investimento em comunicação é uma das peças que influenciam a expectativa no crescimento das vendas este ano.

O catálogo de Natal da Adega Brasil, por sua vez, também já é tradição em Curitiba. “Além disto, temos uma estratégia de comunicação multicanais, on e off-line”, encerra José Ricardo Knaut.

Vamos juntos celebrar boas vendas? #DeOlhoNoMercadoRPC

Artigos relacionados

0 respostas para “Um brinde às vendas: comércio de bebidas e cestas preparado para as festas”

Deixe uma resposta