Menu Busca

Inovação e Tendências

Curitiba chega aos 327 anos mais moderna e inovadora

Cidade investe em tecnologia e desponta como uma das mais inteligentes do mundo

No dia 29 de março de 2020, Curitiba vai completar 327 anos. A cidade já é reconhecida há tempos como uma das capitais brasileiras – e mundiais – com característica inovadora por iniciativas urbanas. Por isso, aproveitamos esta data especial para conversar com quem vem trazendo novos projetos à luz. Também conversamos com uma das marcas que mais traz inovação para seus clientes e, consequentemente, para a própria cidade.

Para conhecer o que levou o município a este patamar, o De Olho no Mercado foi conhecer ações e campanhas desenvolvidas pela Unimed Curitiba. É uma das marcas que está alinhada ao perfil inovador da capital e serve de inspiração para o mercado. Também mergulhamos no programa Vale do Pinhão, que estimula a face inovadora da cidade via empreendedorismo, economia criativa e tecnologia.

Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento

Surfando na onda inovadora

A atual onda de inovação em Curitiba teve início em 2017. Naquele ano o município adotou um modelo capaz de responder às necessidades da população. O modelo atrai empresas criativas e desenvolvendo um planejamento urbano que contemplasse mobilidade, segurança, saúde e educação. Isso rendeu à cidade ser finalista do World Smart City Awards de 2019, reconhecida pelo seu caráter inovador.

E o programa Vale do Pinhão é uma das iniciativas mais destacadas no sentido de tornar a cidade cada vez mais inteligente e inovadora. Gerido pela Agência Curitiba de Desenvolvimento, está alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU e envolve secretarias e o ecossistema de inovação da cidade. O programa reforça a vocação de Curitiba na busca por soluções que fujam do lugar comum em empreendedorismo e atendam à comunidade. E deu tão certo que já rompeu os limites da cidade e está em todos os municípios da Região Metropolitana.

“O ambiente mais favorável com o Vale do Pinhão já se reflete na recuperação do mercado de trabalho em Curitiba”, informa Cris Alessi, presidente da agência. “Em 2019, a capital gerou 18.253 empregos com carteira assinada, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia”. Foi o melhor resultado desde 2013.

Iniciativas inovadoras

Fazer a vida mais ágil e menos burocrática foi a meta para entrar de vez na inovação. Assim, o município focou na redução do tempo de abertura de empresas, no Curitiba APP, que agrega mais de 600 serviços. Também focou em ações como o Fala Curitiba, em que o cidadão pode escolher áreas em que os recursos públicos devem ser investidos. “Há encontros presenciais nas Ruas da Cidadania, e os cidadãos também podem escolher as prioridades no portal”, explica Cris. Em 2018, a ONU escolheu o programa como exemplo local de governança, alinhado ao ODS número 11, sobre tornar as cidades inclusivas, seguras e sustentáveis.

Programa Bom Negócio, da Jornada Empreendedora. Foto: Lucimar Guimaraes/SMCS.

Outra iniciativa inovadora da agência municipal que é um exemplo de fomento de práticas inovadoras é o Tecnoparque. O programa foi criado para incentivar a criação e desenvolvimento de empresas de tecnologia e difundir a cultura da inovação. Retomado no segundo semestre de 2018, beneficia hoje cem empresas com redução de 5% para 2% no Imposto Sobre Serviços (ISS) por investir em tecnologia e inovação. Entre as companhias atendidas estão Positivo, Checkmob, MadeiraMadeira, Olist, Doctoralia, Contabilizei e Hi Technologies. Juntas, faturam R$ 4,3 bilhões e geram 9,6 mil empregos diretos, de acordo com Cris.

Paiol Digital: um dos exemplos de inovação de Curitiba. Foto: Daniel Castelano/SMCS.

Em outra frente, o Emprego do Futuro, desenvolvido pelo Vale do Pinhão, Agência Curitiba e Fundação de Ação Social (FAS), vai capacitar jovens e adultos para um novo mercado de trabalho, que já se inicia com o fim de algumas profissões consideradas tradicionais. Outras ações, como o programa Empreendedor Curitiba, o Espaço do Empreendedor, os Worktiba (primeiros espaços coworking públicos do país) e o Paiol Digital também são exemplos dos esforços da cidade para seguir rumo à inovação.

Espaço empreendedor estão nas Ruas da Cidadania. Foto: Daniel Castelano/SMCS.

Inovação em saúde e bem-estar

Dentro desse quadro tecnológico em prol dos negócios e da sociedade, a Unimed Curitiba entendeu que inovação é parte do DNA da cidade. Em busca de práticas que promovam soluções em saúde com segurança e satisfação de clientes e médicos cooperados, passou a atender por WhatsApp e por chatbot no portal da empresa. A LUCIA (Linha Unimed Curitiba de Inteligência Artificial), nova atendente virtual da cooperativa, recebe questões relativas a emissões de boleto ou segunda via do cartão Unimed para planos Pessoa Física.

LUCIA – Linha Unimed Curitiba de Inteligência Artificial.

Outro exemplo que uniu inovação, ousadia e criatividade é a campanha de prevenção ao câncer de pele. A campanha utilizou imagens de animais com peles trocadas.  Eles convidam as pessoas a notar, em suas próprias peles, pintas, manchas, sardas e sinais que mudem de formato, cor ou tamanho. E a campanha também vai ganhar vida fora dos meios eletrônicos e virtuais. Será feita uma exposição de esculturas desses animais em tamanho real no Museu Oscar Niemeyer e nas unidades da Unimed Curitiba e Unimed Laboratório. A intenção é sugerir às pessoas que tirem fotos com eles e postem nas redes sociais com a hashtag #TodaManchaMereceAtenção. É a inovação em todos os meios, fazendo a diferença na vida das pessoas.

Campanha da Unimed Curitiba contra o câncer de pele. Imagem: Divulgação.

Os exemplos confirmam

Curitiba respira inovação; a cidade pede ações inteligentes para oferecer à população qualidade de vida sob todos os aspectos. Marcas e empresas já perceberam e caminham nessa direção. Quem ganha é o curitibano.

E você, vê inovação pela cidade, em seu dia a dia? Sua marca lidera algum projeto inovador ou já incluiu inovação no seu plano de negócios? Conhece alguma pesquisa ou estudo que pode ser inspirador para quem atua no mercado na nossa cidade? Conte para a gente.

Gostou da matéria? Você também pode se interessar por:

 

Artigos relacionados

0 respostas para “Curitiba chega aos 327 anos mais moderna e inovadora”

Deixe uma resposta