Menu Busca

Comportamento

Pioneira no ensino a distância, FAEL oferece conteúdo de pós-graduação de maneira gratuita a educadores

Curso tem possibilidade de certificação e busca contribuir com a formação de profissionais e melhor aprendizado de estudantes

Aulas e aprendizagem virtuais passaram a ser rotina para muita gente no período de pandemia, da educação infantil à pós-graduação. Para instituições com metodologia de ensino a distância (EAD), esse “novo” normal já era rotina. Uma delas é a Faculdade Educacional da Lapa (FAEL), instituição privada pioneira nesse trabalho no Brasil que tem atuação na área desde 1998. Com 527 unidades espalhadas pelo país e quase 90 mil alunos de graduação e pós-graduação, ganha ainda mais destaque pelo momento, o que se reflete no aumento da procura pelas matrículas mesmo em um momento delicado para a economia.

Por entender que seu protagonismo e propriedade no assunto podem fazer a diferença, a faculdade disponibilizou para educadores, de maneira gratuita, o conteúdo da pós-graduação “Educação a Distância 4.0”, com possibilidade de certificação. No curso, aprendem a criar métodos de ensino a distância, como produção de vídeos, games, artigos, a contabilizar o tempo de cada atividade da maneira adequada, além do próprio acompanhamento e tutoria dos estudantes.

Sobre esse cenário, perspectivas e iniciativas voltadas à educação, o De Olho No Mercado conversou com Luiz Borges Filho, diretor-executivo da FAEL.

A percepção do público em relação à modalidade de ensino a distância (EAD) tem se modificado?

A mudança é gradual. Tivemos alguns períodos de crescimento grande da EAD no Brasil e, nos últimos anos, o crescimento é muito maior que o da modalidade presencial. Por isso, muita gente acredita que até 2023 teremos mais alunos EAD no país, algo que já é comum no cenário mundial. No Canadá, por exemplo, mais de 50% dos alunos estão no online, assim como nos Estados Unidos. O Brasil demorou a fazer, mas hoje está bem perto das médias de outros países como esses. De agora em diante, espero muito que as instituições de ensino a distância sejam mais valorizadas. Da mesma maneira que muitas pais estão dando mais valor aos professores, por verem que o trabalho deles realmente é muito mais difícil do que imagina. Vão perceber que existe educação a distância de qualidade, que exige muito trabalho, investimento e planejamento pra fazer uma coisa que funcione.

De que maneira o ensino a distância contribui com a democratização do acesso à educação?

Nós começamos com esse intuito. Meu pai, que era um dos sócios, sempre quis oferecer de maneira democrática a educação superior. O Brasil é um dos poucos países em que a EAD tem preços mais acessíveis. A gente leva mais longe, a lugares onde muitas vezes não há uma faculdade presencial, e também a quem não tem tempo, que é um grande problema da humanidade hoje. Não é você estar próximo de um campus ou de um lugar. É você conseguir ir lá toda noite, todos os dias da semana. As relações de trabalho mudaram, os horários mudaram.

Neste momento, a modalidade é uma necessidade. Como você avalia este cenário e como terem toda essa experiência na área tem contribuído?

Para o nosso lado foi bastante favorável porque as pessoas passam a enxergar a EAD como uma opção viável. Abriu o conhecimento da possibilidade. Alguns estudantes que antes não consideravam a FAEL ficaram muito próximos. Passamos 20 anos nos aprimorando para isso e algumas outras instituições, infelizmente, tiverem um mês para se adaptar. Existiam professores ainda que falavam “eu nunca vou fazer isso”. E quando a necessidade cria essa responsabilidade acaba criando também uma competência. Então hoje tem muito professor estudando metodologias de educação a distância, o que ajuda todo o setor educacional a chegar a um denominador comum. Quando a coisa voltar à normalidade, acho difícil que o estudante e a instituição queiram voltar a ter aula todo dia à noite.

Como funciona a parte prática nos cursos a distância?

É importante frisar que isso não muda, absolutamente em nada, as práticas, os laboratórios, os estágios supervisionados. A parte prática, que é essencial para os alunos de vários cursos, é mantida. Se na diretriz curricular está dizendo que no curso de enfermagem você tem que fazer 800 horas de estágio terá que manter esse mesmo tempo presencial em um hospital. No laboratório também. A parte a distância é a teórica, com explicação do professor, vídeo, um gráfico, um game, que podem deixar, inclusive, mais interessante, e permitem que o aluno não precise ir todo dia para uma sala de aula.

Parte dessas técnicas é ensinada no conteúdo que a FAEL disponibilizou de maneira gratuita para os educadores. Como funciona a iniciativa?

Muitos educadores do Brasil se viram em uma situação bastante diferente. Para EAD, é preciso ter uma tecnologia, um método por trás e as pessoas capacitadas. Então, a alternativa que a gente viu foi disponibilizar esse curso gratuitamente e contribuir com os profissionais e estudantes. Todo o conteúdo vai além de simplesmente aprender a dar aula, trata-se de como realmente planejar a educação a distância. Roteirizar a vida o aluno, planejar o que ele vai fazer para que aprenda sem presença física. Um game, um gráfico, um artigo, live, vídeo editado, sugestões de filmes… É preciso ter uma capacitação para saber como o aluno vai se comportar e tudo está contemplado. Neste momento que a gente está passando, quem puder ajudar de alguma maneira, dar um pouco mais de conforto, tem que fazer.

Viu só como o ensino a distância pode abrir portas para a qualificação e mais acesso à educação? Além disso, com essa ação voltada ao coletivo o bem vai para toda a sociedade.
Confira mais ideias que as marcas colocaram em prática no momento de pandemia!

Dia do Cooperativismo: cooperativas do Paraná falam sobre como transformam vidas

> Eucard amplia prazos e leva fôlego financeiro ao mercado local

 

 

Artigos relacionados

1 respostas para “Pioneira no ensino a distância, FAEL oferece conteúdo de pós-graduação de maneira gratuita a educadores”

  1. Enilson de oliveira Menezes says:

    A melhor instituição em ensino há distância do Brasil foi uma honra em concluir o ensino superior com bom aproveitamento

Deixe uma resposta