Menu Busca

Inovação e Tendências

O que o consumidor paranaense espera para a Black Friday 2021

Compras para presentear a si mesmo, ticket médio alto e olhar atendo dos consumidores para descontos reais devem dar o tom de como será a data neste ano

A compra de itens para si mesmo e para a casa é a característica  que mais diferencia a Black Friday das demais datas comemorativas. E a indulgência do “eu mereço” resulta em compras com maior valor agregado. Não é à toa que o ticket médio da região sul na Black Friday no ano passado foi de R$828. Nem que 62% dos consumidores adquiriram alguma coisa que não estava no planejamento.

Desde que foi adotada pelos brasileiros em 2010, a Black Friday deu um salto no faturamento. Foi de R$ 3 milhões em 2010 para R$ 4 bilhões em 2020. E mais importante do que isso: está aumentando o crescimento ano após ano. A variação entre 2019 e 2020 foi de 25% a mais.

A intenção de compra dos consumidores indica que a Black Friday 2021 deve seguir a tendência.  De acordo com a pesquisa Black Friday 2020 para Análises e Insights, 82% das pessoas que compraram na data em 2020 planejam comprar em 2021 e 64% de quem não comprou disse que tem interesse em comprar este ano.

Consumidor preparado para a Black Friday 2021

E quem pensa que falar da Black Friday 2021 em setembro é ser precoce, melhor reconsiderar: 53% dos consumidores começam a fazer suas buscas mais de um mês antes da data, de acordo com a Pesquisa Social Miner e Opinion Box 2019, realizada em todo o Brasil. Essa pesquisa antecipada também deixa o consumidor munido com informações para identificar  empresas  que aumentam o preço para depois oferecer desconto.

Outra observação interessante do mesmo levantamento é a ansiedade: 23% gostaria de aproveitar as ofertas durante todo o mês de novembro, não apenas na famosa sexta-feira.

Preço continua sendo um dos fatores mais relevantes na decisão de compra. Por isso, as empresas que conseguirem se diferenciar além desse quesito têm mais chance de evitar a concorrência. Ações específicas, lembretes e até mesmo o famoso “esquenta” – aquelas ofertas fora de época – podem ser opções para chamar a atenção do público. Afinal, ser lembrado será um processo decisivo em um período de 24 horas de compras.

Roupas, perfumes e calçados entre os mais comprados de 2020

Como em anos anteriores, os itens mais comprados no ano passado foram os de utilização diária: roupas, perfumes e calçados lideram o Top 3, seguidos de perto por smartphones, eletrônicos e compras de mercado.  Confira:

 

Fonte: Behup – Pesquisa Black Friday 2020 para Análises & Insights | IM | Globo

 

Intenção de compra alinhada com  pesquisa do ano passado

O blog De Olho No Mercado conversou com consumidores paranaenses para entender a expectativa para a Black Friday 2021.  A intenção de compra dos entrevistados indicou que o comportamento de compra deste ano deve ser muito semelhante ao de 2020 (veja a tabela acima), pelo menos com relação aos produtos mais desejados. Confira:

 

Jessica Ribas

Ocupação: Analista de Comunicação

Idade: 30 anos

Cidade: Araucária

“A expectativa está grande para a Black deste ano. Meu foco será em eletrodomésticos. No ano passado, comprei um cooktop e uma lava-louça. Por isso, devo gastar um pouco menos em 2021: meu teto será por volta de R$ 600. Quero uma batedeira, liquidificador e sanduicheira. Comprarei tudo online. Também tenho um negócio de t-shirts em que farei promoções durante a data, com até 40% de desconto nas camisetas”.

Victor Amaral

Ocupação: Gerente de Negócios

Idade: 29

Cidade: Londrina

“A expectativa para a data está alta, visto que tudo teve um aumento expressivo no preço. Seria uma ótima oportunidade de aproveitar as condições ofertadas. Neste ano, quero comprar um refrigerador, forno e uma máquina lava/seca. Em 2020 comprei um smartphone e roupas. Por isso, quero gastar mais nesta Black. Meu teto de gastos deve ser de até R$ 7 mil. Geralmente também me interesso por itens de tecnologia e games. Compro tudo online. Atuo na profissão como gestor de novos negócios, então também aproveitarei a data para vender. Minha responsabilidade na empresa é trazer os melhores produtos com os melhores custos para comercialização, buscando sair à frente da concorrência. De certa forma estou atento ao mercado e suas necessidades para apresentar aos meus clientes as melhores ofertas, com disponibilidade imediata e entrega rápida”.

 

Marcelo de Oliveira Gomes

Ocupação: Sargento Militar

Idade: 47 anos

Cidade: Paranavaí

“Espero que este ano faça valer a pena esperar a Black Friday. Gostaria de comprar algo neste período, em especial vestuário e eletrônicos. Achei frustrante o ano passado. Os produtos estavam quase todos com o mesmo valor aplicado durante o ano. Parece que às vezes sobem o preço para dar um desconto maior, o que acaba não fugindo tanto do praticado habitualmente. Em 2020 comprei vestuário, apenas. Se realmente houver descontos atrativos, gastarei mais. Gostaria de mais dois equipamentos de ar condicionado. Compro tanto online como presencial”.

Núria Fernanda Tribulato Bianco

Ocupação: Gerente de comunicação e marketing dos Portos do Paraná.

Idade: 36 anos

Cidade: Paranaguá

“Não estava com expectativa para a Black Friday 2021 até responder essa entrevista, mas pretendo comprar, sim. Meu foco será no desconto em roupas e artigos eletrônicos. Em 2020, comprei uma Alexa, livros, maquiagem, roupas e artigos de casa. Geralmente sou bem impulsiva na data: não tenho uma lista e compro aquilo que estiver com um preço bacana. Opto sempre por comprar online”.

Sonia Maria Silvestre Botini

Ocupação: Cirurgiã Dentista

Idade: 58 anos

Cidade: Paranavaí

“Espero que os produtos ofertados estejam mesmo com bons descontos, sempre aproveito as ofertas de fim de ano. Em 2021 quero móveis para casa e pretendo gastar até R$ 10 mil. Geralmente compro em lojas físicas e online. Mas móveis sempre compro em minha cidade mesmo”.

Matheus Vinicius de Andrade

Ocupação: Estudante

Idade: 21 anos

Cidade: Maringá

“Neste ano não pretendo comprar. Mas, minha preferência é por produtos de tecnologia como periféricos de computador e celular. Em 2020 comprei um computador. Geralmente tenho um teto de gastos de até R$ 2 mil e compro sempre online”.

 

Leila Tatiana Paluch de Mattos

Ocupação: Gerente de Projetos e Gerente de Desenvolvimento de Fábrica de Software

Idade: 43 anos

Cidade: Maringá

“Queria que a Black Friday fosse antecipada porque estou mobiliando um apartamento novo. Como será em novembro, provavelmente comprarei itens de cama, mesa e banho, decoração e alguns eletrônicos para automação da casa. Não lembro de ter feito compras no ano passado, mas com certeza gastarei mais em 2021. Não tenho um teto de gastos específico, vai depender se realmente os descontos forem reais. Sempre fico de olho nos eletrônicos, durante a data”.

Eliza Mara Zanella

Ocupação: Administradora

Idade: 60 anos

Cidade: Pato Branco

“A expectativa é grande e com certeza vou comprar perfumes, material esportivo e eletrônicos, compras que também fiz em 2020. Geralmente gosto da Black Friday para comprar também tênis e roupas esportivas. No ano passado gastei aproximadamente R$ 2 mil e este ano pretendo gastar um pouco mais, uns R$ 3 mil”.

 

Quer compartilhar conosco alguma ação da sua empresa pensando na Black Friday? Entre em contato conosco!

Artigos relacionados

0 respostas para “O que o consumidor paranaense espera para a Black Friday 2021”

Deixe uma resposta