Menu Busca

Mídia e Meios

O que as agências indicam para as marcas se destacarem na comunicação de fim de ano

Com a expectativa de retomada de consumo no varejo e aquecimento no mercado, agências dão dicas de como investir com assertividade na comunicação

Fim de ano é uma época aquecida no mercado, sobretudo pelas festas de Natal e Ano Novo. Foto: Pexels

É unanimidade entre as agências de publicidade: a época de final de ano é naturalmente mais aquecida no mercado. Com a Black Friday, em novembro e, no mês seguinte, o Natal, aliado às férias escolares e o recebimento do 13º salário, esse período é um atrativo para a conversão dos consumidores.

Nesse ano, outro fator se soma nessa equação, o cenário de retomada do setor com o alívio da pandemia. Nesse sentido, a expectativa é aproveitar o momento para restabelecer os laços com o consumidor. Para isso, é essencial um planejamento assertivo para as marcas se destacarem na comunicação de fim de ano. Sobre esse assunto, quatro agências de publicidade conversaram com o blog do De Olho No Mercado. Veja as dicas sobre as melhores estratégias para este período.

Grupo GPAC Comunicação Integrada

Apesar do final do ano ser um momento de aquecimento no mercado, Vivian Bueno, Gerente de Mídia do Grupo GPAC Comunicação Integrada, destaca que uma assertividade na comunicação vai depender de uma avaliação direcionada para as especificidades e necessidades de cada marca. “Campanhas criativas, uma boa oferta comercial, a assertividade na escolha  dos canais e nos formatos para a necessidade específica daquela marca é o que vai fazer ela se destacar”, afirma. Na agência, alguns dos clientes são Super Muffato, Daju, Fael e Coamo.

De todo modo, cita algumas dicas importantes para pensar como escolher dentre a diversidade de canais e formatos de mídia. Por exemplo, talvez trabalhar com informes publicitários para marcas precisam conquistar reconhecimento no mercado é um ótimo caminho.

W. Godoy

Na W. Godoy, algumas tendências de consumo são evidenciadas nesse período do fim do ano. Com clientes relacionados ao segmento da saúde, eles percebem uma procura maior por serviços estéticos, com foco no verão. Em relação ao varejo é notado um aquecimento na venda de produtos para o Natal, com a compra de presentes. Também no setor de alimentos, pensados para as festas de fim de ano.

Nesse sentido, o planejamento de comunicação nesses segmentos deve investir nas campanhas sazonais, com foco nas temáticas de Natal, verão e férias. Segundo João Otávio Fernandes, sócio da agência, os produtos de mídia de TV são uma das melhores apostas nesse modelo de campanhas. “Você fala com um público massivo, e quando feito com várias inserções, você também atinge uma frequência grande. Isso faz com que o público veja sua marca ou promoção mais vezes, e gera assim um poder de convencimento na hora da compra muito maior”.

Verbal

Para Cláudio Erwin, Sócio e Diretor de Criação da Verbal, ousadia é a palavra que define a necessidade do momento atual. As mudanças na forma de consumo intensificadas pela pandemia trouxeram  também a urgência de reinvenção por parte das marcas. Nesse sentido, os produtos de mídia para web e informes publicitários ganham destaque no momento de conversão.

 

 

“Impossível conhecer alguém que nunca tenha comprado via web, ou que não dê uma rápida pesquisada antes de adquirir um novo produto. Estar nesses canais, no momento em que o consumidor está planejando sua próxima compra, é fundamental’, destaca Erwin.

 

433 AG

Com clientes supermercadistas, lojas de tintas, lojas de utilidades e shopping center, a 433 AG aposta no planejamento antecipado, na criatividade e no apelo emocional como diferencial. “Em relação à comunicação digital, ser criativo em posts cativantes, que tenham o poder de emocionar, o que é comum nesta época”, destaca o sócio da agência, Cícero Lago.

Em relação às mídias, ganha destaque a publicidade online.  “Os anunciantes viram que o meio traz resultados expressivos para seus negócios”, destaca Lago. Outros canais promissores são os que proporcionam uma melhor experiência ao usuário. Omnichannel, infraestrutura para grandes volumes de acesso, comunicação mobile-first, tecnologias para facilitar busca por imagem e voz, além de investimento em Inteligência Artificial são alguns deles.

 

 

Tem clientes que também devem apostar em mídia de TV para alcançar melhores resultados. “A TV aberta ainda dita a regra e é essencial para uma boa parcela da população. Campanhas de varejo imediato, como redes de supermercados, dificilmente conseguem bons resultados sem esta mídia”, defende Lago.

Quer saber qual melhor formato para divulgar sua marca? Fale a gente! 

Artigos relacionados

0 respostas para “O que as agências indicam para as marcas se destacarem na comunicação de fim de ano”

Deixe uma resposta