Negócios RPC

Notícias

Eventos 22 maio. 2015

Storytelling: toda marca tem histórias para contar

O recurso de marketing baseado em criar histórias é cada vez mais utilizado para conquistar os corações dos consumidores

  •  
  •  
  •  

O recurso de marketing baseado em criar histórias é cada vez mais utilizado para conquistar os corações dos consumidores

 

Em 2011, a operadora de telefonia Vivo lançou um vídeo que até hoje é lembrado como um dos maiores cases de storytelling do país. O comercial trouxe a história de Eduardo e Mônica, o casal cantado na música da Legião Urbana. O vídeo – praticamente um curta metragem – foi lançado pouco antes do Dia dos Namorados como homenagem da marca aos casais apaixonados. A estratégia de conectar pessoas com uma história romântica deu muito certo: nas primeiras 24 horas após o lançamento, o vídeo teve 1,8 milhões de visualizações na Internet.

Foto divulgação. Campanha Vivo. Eduardo & Mônica.

Foto divulgação. Campanha Vivo. Eduardo & Mônica. Contar histórias transformou-se em uma importante ferramenta de marketing para as empresas.

Numa tradução simples, storytelling significa contar histórias. Ao longo dos anos, este conceito transformou-se em uma poderosa ferramenta de marketing para aproximar as marcas de seus públicos. Ela humaniza produtos e serviços, compartilha experiências corriqueiras com os consumidores e desperta empatia. Quem não quer se ver representado no anunciante? Descobrir que partilham afinidades? Eis aqui um ótimo recurso para demonstrar cuidado e carinho pelo consumidor. 

Empresas e pessoas: uma mesma história

Há mil formas de contar uma história que cative quem está ouvindo ou assistindo. Em 2014, o encerramento da linha de produção da Kombi também se transformou em um grande case de storytelling. E de forma bem curiosa: um produto que deixaria de existir virou o queridinho da vez, emocionando telespectadores com um vídeo de quase 5 minutos que narrava a história do veículo. A “senhora Kombi” contou a sua trajetória em primeira pessoa e certamente arrancou lágrimas de muita gente, que encontrou ali memórias de sua própria vida.

Foto divulgação. Kombi. Despedida.

Foto divulgação. Kombi. Despedida. História da Kombi virou storytelling de sucesso no encerramento da produção do veículo.

A Coca-Cola é uma especialista em contar histórias. A marca de refrigerantes retrata a família, os almoços de domingo na casa da avó e as reuniões entre amigos. Mais do que retratar, ela senta-se à mesa – ao lado da Ana, da Maria, do João – e celebra junto com seus consumidores. Ela cativa, envolve e demonstra paixão pelas pessoas. É o outro lado do storytelling: a sua marca é feita pelas histórias de quem a consome.

Foto Divulgação. Coca Cola. Comer Juntos.

Foto Divulgação. Coca Cola. Comer Juntos.

A fabricante de uísques Johnnie Walker também apostou no envolvimento pessoal com seus consumidores e criou um vídeo institucional em que relata seus valores, sua trajetória, os obstáculos que enfrentou e as vitórias que conquistou. Não há público que resista a uma história sincera, envolvente e que traduza a missão e a filosofia empresarial.

Foto divulgação. Johnnie Walk. Around

Foto divulgação. Johnnie Walker. Around.

 

Por que uma marca deve contar histórias?

Porque toda marca nasceu de um sonho, de um desejo, de uma habilidade em empreender. Por trás de todo negócio há pessoas trabalhando para fazer acontecer e deixar isso claro aos consumidores humaniza um produto ou serviço.

E assim como contar boas histórias não é um privilégio para poucos, o storytelling também não é um recurso que funciona apenas com grandes marcas. Declarar amor pelos produtos que oferta e por seus consumidores através de histórias é uma excelente forma de entrosamento e uma estratégia que pode ser utilizada por toda e qualquer marca.

Para a história agradar não há mágica: basta a vontade sincera de narrar, de compartilhar. O mesmo vale na construção do storytelling. O desejo de inspirar pessoas, afinar valores e transmitir emoções verdadeiras é o suficiente para o sucesso da publicidade de uma marca.