Menu Busca

Marketing e Comunicação

Qual a importância do nome de uma marca?

A construção de toda e qualquer marca passa pelo processo de naming, em que um nome é eleito como representante não só da empresa e seus produtos, mas dos valores que a compõem, dos princípios que regem sua ação e dos posicionamentos sociais que ela pretende fixar

Como tudo que integra o processo de criação de uma marca, o nome é parte de sua identidade, deve estar afinado com as propostas da empresa e com o público-alvo que deseja impactar. O nome assume a função de porta-voz, ele comunica e conecta marcas e pessoas, estabelece uma relação na qual as missões e os valores da empresa são associados a princípios e ideologias individuais e coletivas.

Escolha do nome de uma marca: preocesso criativo de ser voltado à missão e valores da empresa

Segundo o escritor e professor de Criatividade, Mídias e Marketing da FAE Felipe Belão o nome de uma marca está entre os aspectos que certificam sua credibilidade perante o consumidor: “O nome denota a origem da empresa e atesta a qualidade e a procedência daquilo que ela vende, seja um produto ou um serviço. Ele representa o corpo organizacional, passa confiança, credibilidade e os valores que remontam às origens da marca”.

Para Belão, o ideal é que o processo de naming busque soluções acessíveis ao consumidor, que denomine a marca de forma compreensível, de fácil assimilação e aderência. “É claro que neste processo a criatividade é muito importante. No entanto o essencial é saber conferir simplicidade ao nome, torná-lo único”, explica o professor.

Escolha do nome: criatividade, pesquisa e engajamento

Durante o processo de naming também é necessário que se realizem estudos mercadológicos e pesquisas aprofundadas sobre o público-alvo, para verificar a aderência tanto do mercado quanto do consumidor. O nome deve atrair receptividade e cativar. Belão também aponta o preparo de múltiplas opções como um fator importante na construção do naming. “O processo criativo deve trazer várias possibilidades a serem analisadas, para que, assim, se possa optar pelo nome que melhor corresponde às necessidades e características da marca. Afinal, o nome representará a marca”, afirma.

Mais do que ideias, a criação de um naming deve envolver estudo e pesquisa mercadológica

A necessidade de fazer uma escolha e optar por uma coisa abrindo mão de outra nunca é uma tarefa fácil, porém existem alguns fatores que facilitam o processo de decisão do naming, entre eles: nomes com pronúncia simples e curta, adequados aos valores culturais de determinadas regiões e de fácil memorização.

Para Belão, o nome produz grande impacto na mentalidade do consumidor. Desta forma, uma marca bem construída pode associar seu nome a princípios e valores socialmente importantes. “Um exemplo disto é a Coca-Cola, empresa que vinculou seu nome à felicidade, a momentos alegres entre amigos e familiares. Isto demonstra o poder de um nome bem alinhado com a marca, afinado com o público e dedicado a traduzir ou carregar alguns símbolos”, finaliza.

Vamos juntos despertar ideias, construir relevância e trazer dinamismo. Vamos juntos promover o desenvolvimento!

Artigos relacionados

0 respostas para “Qual a importância do nome de uma marca?”

Deixe uma resposta